AnálisesPS3

[PSN] Goat Simulator

Análise

NOME: [PSN] Goat Simulator
FABRICANTE: Coffee Stain Studios / Double Eleven
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Simulador
DISTRIBUIDORA: Double Eleven


LANÇAMENTOS
11/08/2015 11/08/2015 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 720p

N° de Jogadores: 1 (1-2 co-op local)

Troféus (inclusive Platina)

Tamanho: 177 MB

Disponível na Playstation Store

Legendas em PT-BR: Sim

Dublagem em PT-BR: Não


O que esperar de uma grande piada? Principalmente uma que, explicitamente, te diz para não gastar dinheiro com ela? Essa é uma questão que circunda muito da premissa de Goat Simulator, lançado no último dia 11 de agosto para PS3 e PS4.

A premissa do jogo é bem clara e simples: você controla um bode e precisa superar alguns dos desafios que o jogo apresenta para fazer o máximo de pontos possíveis. Dentre os desafios, há lamber coisas, pular outras e se maravilhar com a física maluca do jogo.

Chegando à PSN mais de um ano após o seu lançamento para o Steam, quando sua premissa chamou muita atenção e deu início a uma série de simuladores bizarros, esta versão não traz nada de novidade para os consoles da Sony.

A intenção do jogo é ser uma piada e isso se nota desde o ‘tutorial’. Entre os comandos, além de lamber e berrar, existe um botão que coloca o jogador em modo ‘ragdoll’, que talvez seja a parte mais divertida do jogo. Existem alguns modificadores, como o jetpack, que adicionam mais alguns minutos de diversão, mas eles também cansam rápido.

Aliás, cansar rápido talvez seja o ponto principal de Goat Simulator. A piada perde a graça muito rápido e a falta de objetivos não ajuda a manter o jogador entretido ou envolvido com o jogo. O principal desafio é, de longe, coletar os troféus, e mesmo essa tarefa se torna frustrante pelos controles travados.

É difícil saber com quantos jogadores a piada funciona. Goat Simulator parece um jogo feito pro YouTube, com suas piadas e momentos divertidos, que se encaixam com as características sociais do PS4, mas que dificilmente vai acrescentar algo ao jogador. Funciona muito bem como um playground e só. Mesmo a busca por pontuações melhores não serve como motivação principal para o jogo.

É bom salientar que o jogo também não possui os DLCs que acrescentam o modo Zumbi e o modo MMO disponíveis para outras plataformas. A essa altura, tanto tempo após a sua primeira aparição, Goat Simulator parece uma piada cansada, um meme que já passou do seu prazo de validade.

Pensando em tudo isso, é muito difícil recomendar Goat Simulator. Custando $10 (R$20,99 na PSN BR), nem mesmo a adição do modo GoatVR (mais uma das piadas do jogo, dessa vez com os diversos aparelhos de Realidade Virtual que devem chegar em breve ao mercado) justifica o preço. Os modos multiplayer (para dois jogadores no PS3 e quatro no PS4) adicionam alguma diversão, mas nem tanta assim.

Veredito

Goat Simulator claramente não vale o preço exigido por ele. É uma piada que desperta algumas risadas, mas não satisfaz por muito tempo. A falta de conteúdo, objetivos e coisas para fazer é perceptível e pesam muito contra o jogo.

Jogo analisado com código fornecido pela Coffee Stain Studios.

55%