AnálisesDLCPS3

Leviathan (Mass Effect 3)

Análise

NOME: Não disponivel
FABRICANTE: Não disponivel
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Não disponivel
DISTRIBUIDORA: Não disponivel


LANÇAMENTOS
Não disponivel Não disponivel Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Não disponivel


Qualquer pedaço de conteúdo a mais na extensa lore do universo de Mass Effect sempre fora bem vindo, e embora que o resultado final se mostrasse aquém (Arrival), a recepção pré-lançamento era de antecipação. Quando se fecha uma saga (ainda mais com as controvérsias que o término da história de Shepard gerou), isso muda de figura. Leviathan não expande além do final de Mass Effect 3, se encaixa como uma missão secundária possível de ser jogada em diversos pontos da campanha. Não há uma urgência e se sabe que o resultado será o mesmo. Mas tem suas qualidades.

Hackett chama Shepard no intercom, como de costume, e passa informações de um cientista na Citadel que vem investigando uma antiga arma conhecida como Leviathan of Dis. Como a campanha chamava atenção, qualquer ajuda é bem vinda, então Shepard logo parte pra investigar. Mesmo com diálogos bem escritos, os personagens introduzidos nesse conteúdo adicional não conseguem ser memoráveis. O enredo salva o pacote, pois a história extra dessa investigação é intrínseca a um dos grandes mistérios da trilogia, a origem dos Reapers, material que tinha potencial canônico e não opcional.

No quesito jogabilidade, Leviathan não toma riscos. Muito dos inimigos enfrentados são réplicas do que é encontrado na campanha principal, e as poucas novidades, como os Drone Shields, mal têm tempo de cena. Felizmente, o mesmo não pode ser dito dos ambientes, que contam com cenários inéditos à série, com algumas surpresas muito bem-vindas.

Leviathan apenas parece ambicioso ao tratar um dos temas mais misteriosos da série. Mas apesar de adicionar conteúdo interessante, falha em demonstrar a importância disso tudo. Mesmo àqueles que ainda não presenciaram o final, independente da opinião sobre este, o que acrescenta ao término (e ao resto da história em geral) é irrisório. Duas ou três linhas extras de diálogo que fazem pouca ou nenhuma diferença no contexto da história, sendo que tinha potencial para missão principal, mas terminou como secundária.



— Resumo —


+
Cenários


+
História dos Reapers





Inimigos idênticos à campanha





Personagens nada memoráveis

80%