AnálisesPS Vita

Análise – NightCry

Análise

NOME: NightCry
FABRICANTE: Nude Maker
PLATAFORMA: psvita
GENERO: Aventura
DISTRIBUIDORA: Playism Games


LANÇAMENTOS
Não disponivel Não disponivel 31/01/2019


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: qHD
Nº de Jogadores: 1
Troféus (inclusive Platina)
Espaço necessário: 1,4 GB
Disponível na PlayStation Store
Legendas em PT-BR: Não
Dublagem em PT-BR: Não


NightCry, idealizado como sucessor espiritual pelo criador de uma das franquias mais antigas de terror do Japão chamada Clock Tower, finalmente é lançado para o PlayStation Vita anos depois, depois de uma campanha de Kickstarter bem sucedida em 2015.

NightCry começa num cruzeiro luxuoso, onde no tardar da noite, assassinatos começam a acontecer com o aparecimento de uma figura misteriosa, onde você precisa correr e se esconder para garantir sua sobrevivência e desvendar o segredo por trás dessa aparição.

O jogo é do gênero de point and click, com a jogabilidade mais parecida com os jogos da série The Walking Dead. As interações dos protagonistas com os objetos do cruzeiro, assim como os locais e outros personagens, que fazem a maior parte do jogo, além da solução de alguns puzzles no caminho.

No papel, o jogo parece ótimo, se não um pouco sem inspiração, mas na prática, em relação à versão de PlayStation Vita, é outra completamente diferente. Desenvolvido com a engine Unity, pouquíssima otimizada para o portátil, mostra todas suas limitações com NightCry.

Os gráficos do jogo são bem precários, as telas de loadings chegam a demorar minutos e não segundos, além da framerate que torna um jogo que trata de fugir de um inimigo basicamente injogável. Você vai morrer, morrer muito. Não por conta do jogo em si ser difícil, mas porque o jogo vai travar nas cenas de fuga e quando voltar ao normal, você já estará morto. Lógico que, depois de morrer, se prepare para mais tela de loading.

O que poderia ser um jogo ruim a mediano de terror numa plataforma que possui poucos jogos de terror acaba sendo um terror muito maior para o jogador, ao se deparar com a possibilidade de ter gasto muito dinheiro em algo que não deveria ter passado do sistema de controle da própria Sony.

Veredito

A versão de PlayStation Vita NightCry é, tecnicamente, injogável. Isso é tudo que você precisa saber.

Jogo analisado com código fornecido pela Playism Games.

25%