AnálisesPS4

Análise – LEGO DC Super Villains

Análise

NOME: LEGO DC Super-Villains
FABRICANTE: TT Games
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Ação / Aventura
DISTRIBUIDORA: Warner Bros Interactive


LANÇAMENTOS
16/10/2018 16/10/2018 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p
Nº de Jogadores: 1-2
Troféus (inclusive Platina)
DLC
Espaço necessário: 16,06 GB
Legendas em PT-BR: Sim
Dublagem em PT-BR: Sim


Se você já brincou de LEGO em algum momento da sua infância , com certeza sabe que o brinquedo pode te prender por horas a fio. Com a série de jogos das pecinhas não podia ser diferente, principalmente quando ela homenageia os maiores vilões da DC ao trazer LEGO DC Super-Villains.

Como em Esquadrão Suicida, LEGO DC Super-Villains busca reunir os maiores antagonistas da DC. Os grandes vilões de Batman, Flash, Lanterna Verde e outros, estão presentes nessa mistureba de peças coloridas que irá ocupar muito de seu tempo.

LEGO DC Super-Villains
Batgirl e Nightwing são apenas dois dos heróis disponíveis neste mundo de vilania. Fonte: PS4 Share

Gordon, o policial que vive chamando Batman em seus jogos/filmes, vai à cadeia pedir a ajuda de Lex Luthor. Claro que isso tem tudo para dar errado (para os bonzinhos), e o vilão clássico de Superman acaba fugindo da cadeia com outros vilões.

Durante a fuga dos caras maus, a Liga da Justiça aparece para impedir que o pior aconteça, porém, versões alternativas dos heróis surgem e os enviam à outra dimensão. Embora pareça um alívio para os vilões da DC, eles percebem que essa nova turma pode ser uma pedra em seus sapatos, e decidem então parar com essa palhaçada toda.

A trama de LEGO DC Super-Villains não poderia deixar de carregar o humor da série. De forma original e divertida, o título transforma os vilões da DC em “mocinhos”, mas do seu jeito. Logo no início do jogo, por exemplo, antes da fuga de Luthor, você precisa criar um personagem para juntar-se à bandidagem. Claro que seu personagem não fala, e Gordon deixa isso bem claro ao dizer: “esse aí não vai falar nada!”.

E como tocamos no assunto de criação de personagem, vamos bater onde LEGO DC Super-Villains mais ganha pontos: na customização. A quantidade de opções que o jogo te dá é incrivelmente alta. É possível escolher entre pernas, braços, cabeça, tronco, poderes e até a cor do raio que sai da sua mão (se houver). Além disso, também é permitido usar um modelo pré-definido de seus vilões favoritos.

Caso você queira registrar os melhores momentos dessas peças malvadas, é possível tirar selfie. Isso mesmo! Quando você usa o recurso, os personagens começam a se comportar de maneiras diferentes. Alguns podem virar a cara pra câmera, enquanto outros começam a fazer diversas poses divertidas

Há diversos filtros, porém, eles não são muito bem utilizados. Fonte: PS4 Share

O mundo de LEGO DC Super-Villains é semi-aberto. Dividido em fases, ele permite que você explore o máximo de cada local para adquirir peças para a compra de novas customizações e personagens. Porém, não pense que é só chegar e coletar os itens. Alguns objetos precisam ser descobertos a partir da solução de um pequeno puzzle que, em alguns momentos, envolvem personagens que você provavelmente não vai ter.

Embora você tenha ouvido dizer que quantidade não significa qualidade, em LEGO DC Super-Villains essa regra não se aplica. Quanto mais vilões você tiver, maior será sua flexibilidade de batalha. Além disso, a habilidade única de cada um deles permite que você alcance lugares que antes eram inacessíveis. O jogo pré-define os personagens para cada missão, porém, é possível alterná-los durante a campanha.

No modo história você verá locais que são acessíveis apenas no modo Free Play. Ele é liberado após a conclusão de cada fase, e é possível repetir a missão de forma descompromissada para liberar novos extras, além de itens colecionáveis que antes eram inalcançáveis.

LEGO DC Super-Villains
Cada personagem tem sua própria habilidade, garantindo que você alcance lugares antes impossíveis. Fonte: PS4 Share

Embora o jogo mostre o lado obscuro da coisa, também é possível jogar com os heróis da DC. Após encontrá-los e derrotá-los, eles ficam disponíveis para compra na tela de seleção de personagens. Cada um deles tem um preço, então pense duas vezes antes de gastar.

Para incentivar o jogador, o esconderijo do Coringa possui uma máquina de “cheats”. Após concluir uma pesquisa no site oficial do jogo, você consegue um código que libera um personagem diferente. Não há como escolher qual vilão será concedido, sendo necessário terminar o questionário.

Caso você não queira ficar investindo nos heróis e vilões do jogo, também é possível adquirir novos poderes e customizações para o personagem que você criou lá no início. Acessórios e habilidades ficam disponíveis conforme você coleta itens específicos nos cenários, além, é claro, de concluir determinados estágios.

No mundo de LEGO, há pequenas missões que também garantem itens exclusivos. Porém, a facilidade dos controles faz você se frustrar na hora de dirigir, por exemplo. A sensibilidade é muito alta, e uma simples curva faz seu carro dar um belo encontrão na parede. Como a maioria desses desafios trabalham com tempo, fica difícil completá-los caso você não se adapte.

O mapa do mundo também não é algo lá muito bom de se basear. Os ícones são extremamente pequenos, e muitas vezes você é obrigado a abri-lo no tamanho normal para encontrar alguma coisa. Porém, há a opção de definir o destino, que facilita um pouco mais a vida daqueles que não querem ficar abrindo o guia a todo instante.

Outro problema disfarçado está no loading. Durante a tela de carregamento, você vê um mapa de LEGO, podendo girá-lo (não interagir literalmente) para ver os detalhes de Gotham, por exemplo. Porém, você fica tão distraído que nem percebe a demora em iniciar a fase.

LEGO DC Super-Villains
O Loading disfarçado funciona como quando você abre a porta em Resident Evil. Fonte: PS4 Share

Para tornar a imersão ainda maior, o título foi totalmente localizado para o nosso idioma com as vozes originais do desenho. Ver a Arlequina chamando o Coringa de “pudinzinho” é um dos pontos mais nostálgicos e divertidos que você verá. Além disso, também é possível viver tudo isso ao lado de um amigo, já que o jogo tem multiplayer local.

Para um jogo de LEGO, Super Villains está muito bem feito. Os efeitos  de destruição das peças e os poderes dos personagens estão incrivelmente bonitos, cheios de luz e muito coloridos.  Para complementar a beleza visual, temos também a satisfação da trilha da sonora, que não deixa a desejar nem mesmo nos momentos mais tranquilos.

Veredito

LEGO DC Super-Villains é como todo jogo de LEGO deve ser: divertido, bem-humorado, piadista e com muito sarcasmo. Com diversas horas para prolongar sua aventura na pele de vilões clássicos da DC, o título tem todos os motivos para entrar na sua coleção.

Jogo analisado no PS4 padrão com código fornecido pela Warner do Brasil.

90%