AnálisesPS4

Análise – Crash Team Racing: Nitro-Fueled

Análise

NOME: Crash Team Racing: Nitro-Fueled
FABRICANTE: Beenox
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Corrida
DISTRIBUIDORA: Activision


LANÇAMENTOS
21/06/2019 21/06/2019 01/08/2019


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p (PS4); 1440p (PS4 Pro)
Nº de Jogadores: 1-4 (2-8 online)
Troféus (inclusive Platina)
DLC
Espaço necessário: 14,19 GB
Legendas em PT-BR: Sim
Dublagem em PT-BR: Sim


Quando Crash Team Racing foi lançado, muitos jogadores torceram o nariz para o título pensando que seria apenas um clone de Mario Kart. Convenhamos: a proposta de fato é a mesma, inclusive boa parte dos elementos de gameplay presentes são completamente inspirados no jogo do encanador da Nintendo. Mas CTR conseguiu conquistar o seu próprio público ao introduzir uma mecânica de drift única, além de, é claro, oferecer um ótimo jogo de kart em um console PlayStation.

Quase 20 anos depois, Crash Team Racing Nitro-Fueled chega ao PS4 como remake, mas ainda com a mesma jogabilidade que você está familiarizado. Se você jogou Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, já tem uma noção de como o tratamento no novo título em relação ao original é feito – ou seja, “é novo, mas ainda é o velho”.

Crash Team Racing Nitro-Fueled

Crash Team Racing Nitro-Fueled possui como essência Crash Team Racing, mas temos ainda as pistas de Crash Nitro Kart e um modo online. Isso significa que tudo que você viu há 20 anos está presente aqui, mas também há as pistas de CNK caso nunca tenha jogado e um online para aumentar a vida útil do título. Explicado esse ponto, vamos detalhar agora o que Crash Team Racing Nitro-Fueled oferece, sendo que a maior parte do que será dito servirá apenas para refrescar a sua memória.

A primeira coisa que você notará em Crash Team Racing Nitro-Fueled é o modo aventura. Esse modo conta com um hub que você explora para ter acesso às pistas de corrida. Vença, adquira troféus e corra contra chefes. Após fazer isso com todas as pistas disponíveis e vencer o chefão Nitros Oxide, você deverá repetir as pistas mas com dois desafios diferentes em cada uma delas: coletar as letras CTR escondidas e terminar num determinado tempo exigido (você coleta caixas amarelas que paralisam o tempo, de forma similar ao próprio jogo de plataforma de Crash Bandicoot). Ao fazer tudo isso e ainda competir em torneios com quatro pistas cada, há ainda as corridas de cristais, em que você joga em uma arena e deve coletar os 20 cristais no tempo pedido. É bastante coisa a ser feita e levará várias horas para finalizar o modo.

Se você foi um jogador de Nintendo 64 e só está colocando as mãos em CTR agora, é fácil exemplificar: ele é idêntico (em sua proposta) ao modo aventura de Diddy Kong Racing.

Crash Team Racing Nitro-Fueled

Há duas coisas, porém, que você notará no modo aventura. A primeira é a ausência das pistas de Crash Nitro Kart. Infelizmente, tais pistas não foram adaptadas a esse modo e só podem ser aproveitadas no modo online ou no Arcade local. A segunda coisa que você notará é a dificuldade.

CTR nunca foi um jogo fácil, pois exige que você masterize o seu sistema de drift. A dificuldade do game, de uma forma geral, mesmo estando no normal, é bastante alta. Não é impossível – só é difícil. Dito isso, é possível que muitos jogadores fiquem frustrados com o game. Por outro lado, jogadores que buscam desafio ficarão felizes.

O gameplay de Crash Team Racing Nitro-Fueled é basicamente o mesmo de CTR. No comando padrão, “X” acelera, “O” usa item, “quadrado” é o freio de mão e ré (ao segurar para trás) e “triângulo” altera a informação disponível na tela (em relação ao drift). R1 e L1 possuem a mesma função que é pular e consequentemente o drift, mas funcionam em conjunto (se você aperta um para pular, o outro é utilizado para o boost).

Crash Team Racing Nitro-Fueled

O drift de CTR funciona como você imagina de um jogo de kart até certo ponto. Pressionando R1 ou L1, o seu kart pula (vale notar que o pulo também é uma ferramenta útil no game, servindo para acessar determinados locais com a velocidade certa) e, mantendo o botão pressionado, começa a derrapar. Enquanto isso acontece, uma barra (ou o pneu, ou a fumaça para os veteranos) indica qual é o momento certo para pressionar o outro botão e ganhar um turbo. Você deve fazer isso três vezes em um momento certo – caso contrário perderá a oportunidade de ganhar velocidade e, mantendo o drift por muito tempo, pode rodopiar. Se você conseguir fazer esses três boosts, pode repetir mais uma vez com uma nova série do drift, começando novamente com o pulo. Ou seja, é aqui que CTR se diferencia dos demais: o sistema de drift é simples em teoria, mas na prática sua masterização (devido a esse sistema de pressionar o botão em momentos específicos) exige tempo e dedicação (além do óbvio que é decorar as pistas).

Enquanto que CTR trouxe originalidade no drift, os itens são bem básicos: míssil, invencibilidade, escudo, etc. Há alguns pontos que são originais, porém, como a caixa de TNT que pode ser evitada pulando várias vezes ou o escudo ser lançado no oponente. Mas a verdadeira diferença que o jogo de Crash traz é em relação às frutas Wumpas que, ao ter coletado 10, seu item fica mais forte.

Já quanto aos personagens, Crash Team Racing Nitro-Fueled agrada com a sua lista. Os personagens são divididos em quatro categorias, basicamente: os que possuem uma boa velocidade, um bom controle, uma boa aceleração ou algo equilibrado. Além de todos os personagens que estavam presentes no CTR original (e ainda é preciso desbloquear a maioria), temos personagens de Crash Nitro Kart que são abertos com a moeda in-game. E é aqui que talvez exista um problema: o grind.

Crash Team Racing Nitro-Fueled

Crash Team Racing Nitro-Fueled não possui microtransação, mas você precisará jogar bastante para poder destravar tudo que a loja in-game oferece. Para você ter ideia, mesmo depois de termos finalizado o modo aventura 100%, jogado todas as pistas disponíveis e ainda ter aproveitado o online por algumas partidas, não tínhamos o suficiente para comprar mais de um item. Só gastamos moedas para comprar uma skin de Coco e ainda não havia acumulado o bastante para adquirir um personagem (no entanto, dava para comprar uma cor de carro, por exemplo).

Algo que se nota disso é que o online oferece muito mais moedas que qualquer outro modo. Por exemplo, em nossos testes ficamos em terceiro em uma corrida online e ganhamos cerca de 320 moedas. Uma corrida offline normalmente oferece, no máximo, 60 moedas. É um incentivo para que os jogadores participem do online, mas que pode ser frustrante àqueles que não querem fazer isso e ainda desejam ter acesso aos personagens jogáveis.

O modo online de Crash Team Racing Nitro-Fueled é simples. Não há um modo ranked ou similar, você simplesmente entra e escolhe se quer jogar com amigos ou aleatórios. No caso de aleatórios, espera a sala encher e a corrida acontece. Pode ser uma corrida normal ou de batalha, sendo que opções são exibidas e os jogadores votam em qual pista querem correr. Então, finalmente, o jogo começa na mais votada.

Em nossos testes, o online não foi perfeito. Apesar de claramente termos brasileiros em nossas salas devido às IDs dos jogadores, o “teletransporte” era algo comum e era difícil entender onde exatamente estava o seu oponente. A Beenox já disse que está trabalhando nisso, porém no momento, mesmo com o patch já lançado neste primeiro fim de semana do game, o online deixa a desejar.

Ainda sobre modos de jogo, o Arcade oferece diversas opções. É nele que você aproveita corrida normal (sozinho ou com amigos offline, além da possibilidade de selecionar as pistas de Crash Nitro Kart), batalha e suas diferentes configurações (como o clássico dos jogadores se matarem com os itens, ou o de capturar a bandeira), corrida para coletar cristais, corrida das letras CTR e assim por diante. É aqui também que está o modo contra o tempo que, sem dúvida, é o elemento mais desafiador de tudo que Crash Team Racing Nitro-Fueled oferece. Vencer o fantasma de Nitros Oxide em todas as pistas fará você arrancar seus cabelos. Vale ressaltar que as pistas de CNK que são de outros modos, como de cristais, também estão presentes em Crash Team Racing Nitro-Fueled.

Crash Team Racing Nitro-Fueled

Os gráficos são ótimos e os personagens estão muito bem animados. Infelizmente, o título roda a 30 quadros por segundo, mas ao menos é algo fixo em boa parte do tempo. Em nossos testes houve algumas quedas, principalmente em determinadas pistas de CNK. Mas no geral, a taxa é fixa em 30. Além disso, Crash Team Racing Nitro-Fueled está completamente localizado para o português do Brasil. Tudo está muito bem adaptado ao nosso idioma, mas há algumas pequenas coisas que ficaram estranhas, como a voz de Coco ser um pouco estranha para a personagem. Por outro lado, Tiny e o próprio Nitros Oxide possuem ótimas dublagens.

No fim, Crash Team Racing Nitro-Fueled é um pacote completo. O online pode não estar muito bom e o grind para obter os personagens da loja in-game pode ser exagerado, mas é o remake que os fãs queriam. Vale notar ainda que o suporte pós-lançamento está confirmado através do Grand Prix, sendo que entre as adições está o próprio Spyro como personagem jogável.

Veredito

Crash Team Racing Nitro-Fueled é um ótimo e desafiador jogo de kart. Devido ao seu sistema de drift único, há bastante espaço para você se dedicar à masterização do título. O conteúdo também é excelente, trazendo as pistas de Crash Nitro Kart. No entanto, há alguns problemas, como o online com lag e a obtenção de itens na loja in-game pode ser trabalhosa. Crash Team Racing Nitro-Fueled é consideravelmente desafiador, o que pode frustrar muitos jogadores e ao mesmo tempo agradar outros.

Jogo analisado no PS4 Pro com código fornecido pela Activision.

90%