AnálisesPS4

Análise – Atelier Lulua: The Scion of Arland

Análise

NOME: Atelier Lulua: The Scion of Arland
FABRICANTE: Gust
PLATAFORMA: ps4
GENERO: RPG
DISTRIBUIDORA: Koei Tecmo


LANÇAMENTOS
24/05/2019 24/05/2019 20/03/2019


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p
Troféus (inclusive Platina)
Nº de Jogadores: 1
Espaço Necessário: 9,04GB
DLC
Dublagem PT-BR: Não
Legendas PT-BR: Não


Atelier Lulua marca o retorno a saga Arland, a primeira trilogia lançada no PS3 composta de Atelier Roronoa, Atelier Totori e Atelier Meruru, sendo que estes jogos foram recentemente relançados para os consoles da geração atual. Apesar de ser o quarto título da saga, Atelier Lulua é o mais recomendado para iniciantes, pois mantém várias similaridades mecânicas com os jogos anteriores, mas sem a pressão de administrar o tempo cuidadosamente.

Elmerulia Frixell, ou Lulua como costumam chamá-la, é a filha de Roronoa, protagonista do primeiro jogo da saga. A família Frixell tem um atelier no pequeno vilarejo de Arklys localizado na fronteira de Arland, no entanto, Roronoa se encontra afastada de seu lar devido ao seu trabalho de alquimista. Lulua, por sua vez, se ocupa visitando sua amiga de infância Eva e com suas lições de alquimia, ensinada por sua professora Piana.

Após explorar algumas ruínas, Lulua obtém um estranho livro chamado Alchemyriddle cujo conteúdo só pode ser lido por ela. O livro contém inúmeras informações sobre alquimia, porém para aprendê-las e poder utilizá-las, Lulua deve primeiro decifrar o livro. O Alchemyriddle funciona da mesma maneira que uma mecânica da trilogia Mysterious, cujas receitas de alquimia são gradativamente liberadas conforme o jogador realiza objetivos variados como, por exemplo, construir um item com alguma característica específica, batalhar, conversar com alguém, visitar alguma localidade, etc. É uma maneira bastante funcional dos desenvolvedores de controlarem o ritmo de crescimento do jogador e das possibilidades alquímicas no jogo.

Logo após receber o livro, Lulua recebe uma notificação que a licença de alquimista de sua mãe precisa ser renovada ou ela corre o risco de perder seu outro Atelier localizado na capital de Arland. Lulua, portanto, saí em uma jornada em direção a Arland acompanhada de Eva, Piana e do espadachim Aurel. Em sua viagem, Lulua visita diversas localidades como florestas, campos, minas e inclusive cidades cujos fãs da trilogia original reconhecerão. Gradativamente Lulua melhora sua alquimia enquanto tenta descobrir os mistérios do Alchemyriddle.

Ao contrário de jogos anteriores da série, não existe um objetivo central em Atelier Lulua sendo que cada capítulo conta uma pequena parte da vida da protagonista. Essa mudança faz com que o ritmo da história seja melhor já que cada capítulo tem um começo, meio e fim bem definidos e ajuda a manter o jogador engajado na história e em seus personagens. Assim como a grande maioria dos jogos da série, a história se foca no dia a dia e nos desafios para a realização dos sonhos de cada personagem ao invés de uma grande trama de salvar o mundo ou resolver um grande conflito, temas comuns na maioria dos RPGs.

Apesar das mudanças no funcionamento da história, a estrutura principal de jogo ainda é mantida em Atelier Lulua. O jogador criará itens de batalha e exploração com alquimia e isso dará acesso a novas localidades ou permitirá derrotar monstros cada vez mais fortes. Explorar novos mapas ou derrotar monstros mais fortes trarão novos e melhores ingredientes para alquimia, além de liberar novas receitas para alquimia. Com novos ingredientes e receitas, o jogador tem mais opções de quais itens de batalha e exploração podem ser criados. É um ciclo simples, mas bastante viciante.

O processo da alquimia é bastante simples, bastando selecionar os ingredientes indicados na receita de cada item. Cada ingrediente tem uma quantia de pontos elementais que, ao se acumular um número suficiente, garante características especiais ao item produzido como melhor qualidade, maior potência de ataque, etc. Esses efeitos variam de receita para receita, portanto, depende bastante da experimentação do jogador para descobrir esses efeitos. Os ingredientes individuais, mesmo quando são da mesma categoria e/ou tipo, tem características únicas que podem ser transferidas para o item final, permitindo uma customização dos itens feitos. A novidade do título fica pelo sistema de “awaken” que permite transferir características especiais de algumas categorias específicas de ingredientes em cada receita.

As mecânicas de combate continuam bastante simples e utilizam um sistema de turnos, cuja ordem é definida pela velocidade de cada integrante/inimigo e pelo tempo de espera após realizar uma ação. Os integrantes principais podem atacar, utilizar habilidades e defender e, caso seja uma alquimista, utilizar dos itens produzidos como bombas, remédios, etc. Os membros de suporte, por sua vez, realizam ataques após certas habilidades ou podem defender os integrantes principais em alguns momentos de maneira aleatória. A novidade fica pelo sistema de interrupção que permite que os alquimistas utilizem de maneira instantânea um item pré-equipado pelo jogador, efetivamente roubando um turno dos inimigos. O sistema tem um tempo de espera para ser ativado, portanto, não pode ser abusado livremente. Apesar da simplicidade, o sistema de batalha tem um desafio considerável, mas que pode ser diminuído criando itens poderosos.

Os ambientes explorados são, usualmente, áreas pequenas, mas com uma boa variedade de temas e ingredientes. Muitas dessas localidades tem ingredientes e tesouros que, inicialmente, não podem ser coletados dando um incentivo para retornar a esses locais em outros momentos. Como não existe uma pressão por limites de tempo, algo bastante característico na trilogia original, é possível explorar esses locais em seu próprio ritmo. Existe também um ciclo dia/noite e de variação de tempo (chuva, sol, neblina, etc.) que altera os inimigos e algumas características dos ingredientes que podem ser coletados. As localizações mais interessantes são opcionais e só podem ser acessadas após concluir alguns objetivos dentro do Alchemyriddle.

Veredito

Atelier Lulua é uma ótima continuação para uma das trilogias mais bem-sucedidas da série Atelier e mais uma excelente adição ao portfólio da Gust. Fãs da trilogia original terão uma aventura repleta de nostalgia com personagens e localidades imediatamente reconhecíveis. Lulua, apesar de ser uma continuação, faz um ótimo trabalho para recepcionar iniciantes explicando cuidadosamente seus sistemas de jogo e gradativamente dando mais liberdade ao jogador.

Jogo analisado com código fornecido pela Koei Tecmo.

85%