Titanium Hound – Review

Titanium Hound é um jogo de ação e plataforma 2D, no estilo run and gun, ambientando em um cenário cyberpunk. Você assume o papel da agente especial da polícia Grace Alarie, responsável pela operação de um mechanoid de ultima geração, na luta para controlar a criminalidade das ruas e enfrentar as ambições políticas das companhias que estão no poder.

A história se passa em um futuro não tão distante, onde uma descoberta científica levou ao uso de colônias de micróbios como fonte de energia e as companhias que controlam essa tecnologia se tornaram importantes, ao ponto de assumirem as principais posições políticas no mundo.

Titanium Hound(1)

Sob a influência das ações destas companhias, o crime e a corrupção atingiram níveis jamais vistos. E, na intenção de controlar essa situação, órgãos governamentais e a polícia organizaram uma força especial dotada de uma tecnologia de ponta: o Titanium Hound.

Logo ao assumir o controle do Titanium Hound, você terá acesso a um bom arsenal de armas. Sua arma primária atira projéteis de impacto capazes de perfurar a armadura dos inimigos e até mesmo atravessar para os demais. A arma secundária atira uma munição com efeito de pulso eletromagnético, que vai deixar os inimigos atordoados e as câmeras de segurança inoperantes por alguns segundos. Ainda há uma série de acessórios de uso único, que podem ser criados com recursos recolhidos do cenário e serão úteis para recuperar armadura, lançar bombas, dentre algumas outras funções.

Um item fundamental para o sistema de combate é o seu escudo, que vai servir como defesa contra os tiros dos inimigos e também para evitar dano dos elementos de cenário. Esse escudo também funciona como um mecanismo de impulso para facilitar sua locomoção, como uma espécie de dash, sendo muito útil para ganhar espaço em situações em que você estiver cercado por inimigos.

Titanium Hound(2)

Usar suas armas consome energia, enquanto que ativar seu escudo gera energia. Sendo assim, o combate é ditado por esse sistema onde você será obrigado a controlar sua reserva de energia, sempre alternando entre ataque e defesa para não ficar sem munição quando precisar atirar, ou não ser pego de surpresa sem escudo quando ele for necessário.

Esse sistema supostamente deveria trazer uma boa dose de tática ao jogo, mas na prática acaba não funcionando muito bem. Ao longo de meu período com Titanium Hound foram várias ocasiões onde me vi em uma situação em que não era necessário o uso do escudo, mas fui obrigado a ativá-lo apenas para gerar energia. Em uma sessão onde deveria atirar em umas plataformas para movimentá-las isso se tornou muito entediante, pois tive que ficar gastando o escudo constantemente, apenas para ter munição para a arma.

Titanium Hound(3)

Essa situação acaba sendo até pior quando ocorre de forma contrária, pois em diversas situações você será obrigado a queimar munição apenas para não ficar sem escudo. Em Titanium Hound a morte pode chegar de maneira muito rápida, então a dependência desse sistema de geração de energia acaba deixando o jogo não só desafiador, mas também frustrante. Felizmente o jogo oferece uma boa quantidade de checkpoints, fazendo com que esse grau de frustração não tenha um impacto tão absurdo, mas que ainda será sentido em alguns momentos.

Para amenizar um pouco esse problema você terá acesso a algumas habilidades passivas, que podem ser ativadas no início de cada missão. Ao começar a campanha você poderá usar apenas algumas dessas habilidades, mas conforme for avançando mais habilidades poderão ser liberadas recolhendo intels espalhadas pelos cenários. Alguns desses itens ficam escondidos em algumas portas secretas ou em lugares de acesso mais difícil, premiando os que se empenharem em explorar melhor os mapas.

Em contrapartida, o jogo peca ao não oferecer muitas informações sobre o que você coletou e o que foi liberado, te obrigando a sempre ficar de olho em seu inventário ao iniciar uma nova missão, caso queira conferir se possui alguma habilidade nova. Essa falta de informações também é bastante sentida durante as missões e lutas contra chefes, onde você por muitas vezes ficará perdido, tentando achar uma forma de progredir para o próximo cenário.

Titanium Hound(5)

Titanium Hound possui uma curva de aprendizado média, sendo necessário sofrer um pouco no início até compreender melhor suas principais mecânicas. E mesmo com o pequeno tutorial de introdução, o jogo ainda se provou confuso durante as primeiras missões.

Falando um pouco sobre as missões, cada uma delas leva por volta de 20 minutos e a campanha pode ser concluída em 4 horas, aproximadamente. O level design oferece sessões de plataforma, quebra-cabeças e lutas contra chefes. E aqui está um dos meus maiores problemas com Titanium Hound, pois ele parece querer ser um jogo de ação, mas que ao mesmo tempo sofre muito com a quebra de ritmo para resolver quebra-cabeças.

O design gráfico conta com uma pixelart e uma paleta de cores boas, sendo muito fiel aos jogos clássicos de 16 bits. Porém o jogo sofre com uma notável repetição de cenários e de inimigos. A trilha e os efeitos sonoros são bons e ainda há a inclusão de diálogo por voz, em uma qualidade razoavelmente boa. Mas fica o alerta de que o jogo não conta com nenhuma localização em português brasileiro.

Titanium Hound(4)

Outro ponto negativo em Titanium Hound está nos controles que, infelizmente, não respondem bem no DualSense. Há uma constante sensação de atraso ao mudar de direção e ao executar os pulos nas sessões de plataforma. Além disso, alguns ângulos de mira parecem ser menos precisos, criando uma dificuldade desnecessária quando tiver que lidar com elementos que exigem atirar na diagonal.

No geral, Titanium Hound até possui características interessantes para um jogo retrô de ação e plataforma. No entanto, o jogo oscila bastante entre bons e maus momentos, o que acaba prejudicando sua experiência de forma considerável.

Jogo (versão de PS4) analisado no PS5 com o código fornecido pela Red Spot Sylphina.

cassino online Netbet

Veredito

Titanium Hound tem uma boa apresentação gráfica e sonora, mas como jogo de ação acaba sofrendo muitos altos e baixos, especialmente pelas constantes mudanças de ritmo e os comandos não respondendo bem no controle.

55

Titanium Hound

Fabricante: Red Spot Sylphina

Plataforma: PS4

Gênero: Plataforma 2D

Distribuidora: Red Spot Sylphina

Lançamento: 11/03/2023

Dublado: Não

Legendado: Não

Troféus: Sim (Inclusive Platina)

Comprar na

Veredict

Titanium Hound has a good graphic and sound presentation, but as an action game it ends up suffering a lot of ups and downs, especially due to the constant changes of pace and the commands not responding well on the controller.