Tennis World Tour 2: Complete Edition – Review

Mesmo não sendo um esporte tão popular no Brasil, o tênis, como outros esportes, teve um grande pico de popularidade no auge do sucesso do ilustre Gustavo “Guga” Kuerten. Essa popularidade intercedeu também um período áureo nas adaptações da modalidade para o videogame, com ótimos jogos das finadas Top Spin e Virtua Tennis.

Estranhamente, desde 2011 pouquíssimos jogos foram lançados, mesmo com a duradoura popularidade de astros do esporte como as irmãs Williams e o dominante trio Roger Federer, Novak Djokovic e Rafael Nadal. Esse cenário começou a mudar em 2018 quando a Breakpoint lançou o primeiro jogo da série Tennis World Tour em parceria com a Nacon, tentando trazer um simulador fiel para o esporte na geração atual.

Agora, com a Big Ant Studios assumindo o desenvolvimento da sequência, a Nacon lança Tennis World Tour 2: Complete Edition para PS5, uma versão tecnicamente melhorada do jogo lançado em setembro do ano passado para PS4. Essa não é a primeira experiência da desenvolvedora com jogos do gênero, já que ela foi responsável por um outro jogo lançado em 2018 chamado AO International Tennis e sua sequência, AO Tennis 2, lançada em 2020.

Tennis World Tour

Esse já é um ponto positivo pois o primeiro Tennis World Tour é amplamente considerado um dos piores jogos de esporte da geração e, enquanto AO International Tennis também foi lançado com vários problemas, aos poucos ele se tornou uma experiência melhor através de diversas atualizações e AO Tennis 2 já era um jogo vastamente superior.

É claro, a versão que chega ao PS5 também tem suas vantagens, com vários ajustes tendo sido feitos desde o lançamento do jogo para PS4. Com isso, a versão que chega à nova geração vem com gráficos melhorados em 4K e o jogo rodando em lisos 60 frames por segundo, além das já esperadas melhorias de loading.

Algumas coisas chamam bastante a atenção logo de cara ao se iniciar TWT2. A primeira é que, apesar de ser um jogo visualmente agradável, o realismo dos gráficos do jogo, algo quase obrigatório para jogos de esporte focados na simulação, fica bem abaixo do padrão estabelecido por títulos como NBA 2K, EA Sports UFC ou eFootball PES. Felizmente, isso se limita aos modelos dos jogadores, com as quadras sendo bem agradáveis aos olhos (não que isso seja muito difícil).

Tennis World Tour

Isso acaba chamando a atenção por TWT2 contar com um elenco relativamente vasto de jogadores profissionais à sua disposição. Há um total de 48 profissionais e lendas do esporte, tanto do circuito masculino quanto feminino. Os nomes vão dos nomes já citados lá em cima à Gael Monfils, Marat Safin, Ashleigh Barty, Bianca Andreescu e Petra Kvitova.

Há algumas notáveis ausências no lado do WTA, algo que seria bom ver ser resolvido em uma possível sequência, mas a maioria dos nomes mais reconhecíveis do ATP estão presentes (com exceção do atual líder do ranking, Novak Djokovic) e podem ser usados em uma variedade de modos, do Exibição ao modo de Torneios que pode ser jogado online ou offline por até 4 jogadores.

A limitação à quatro jogadores é notória pois, ao contrário do seu predecessor, Tennis World Tour 2 traz um modo de duplas, algo bem importante para o circuito e estranhamente ausente no primeiro jogo. Há também um modo de treinamento, através do qual é possível entender todas as minúcias do jogo antes de pular no principal modo de jogo, que é o Modo Carreira.

Tennis World Tour

Nele, TWT2 opta por uma abordagem mais tradicional. Ao invés de tentar contar uma história cheia de drama e reviravoltas como NBA 2K, FIFA e Madden tem feito nas últimas edições, aqui você simplesmente escolhe o que deseja fazer em uma dada semana através de um menu e joga as partidas até se tornar o líder do Ranking e o melhor jogador de tênis do mundo.

O calendário interno do jogo parece mais ou menos alinhado com o tradicional calendário do ATP/WTA. Entre os principais torneios do circuito, apenas o French Open e as três quadras tradicionais Roland Garros estão presentes. A ausência dos outros majors é notória, ainda mais visto o histórico da desenvolvedora trabalhando em um jogo do Australian Open, então para os jogadores em busca de mais fidelidade talvez venham a se decepcionar.

Dito isso, você irá gastar uma considerável quantidade de tempo com o modo Carreira. É possível disputar torneios ou participar de partidas de exibição ao redor de todo o globo, tanto de simples quanto em duplas, contratar empresários e técnicos, treinar para melhorar suas habilidades ou descansar para diminuir o seu medidor de fadiga. As partidas são consideravelmente rápidas, com quase todos os torneios tendo partidas de apenas um ponto ou melhor de 05 pontos, então é possível progredir bem rapidamente.

Tennis World Tour

Vencendo ou perdendo você irá ganhar experiência e dinheiro que podem ser usados para melhorar as estatísticas do seu jogador e comprar novos equipamentos que tornam as suas habilidades ainda melhores. É possível também comprar cartas que podem ser equipadas e usadas durante a partida e te dão bônus em determinados aspectos do jogo, como saque, recepção e por aí vai (e que é um sistema desnecessário e, francamente, o pior aspecto do jogo).

Nada disso importa se a ação nas quadras não for boa e é aqui que se encontram os maiores acertos e erros de Tennis World Tour 2. O gameplay dá ao jogador duas opções de como bater na bola, dando um leve toque para uma raquetada de precisão ou segurando para colocar força no golpe. Acertar o timing de apertar/soltar o botão é fundamental, mesmo que o jogo se esforce para que você não consiga.

Na teoria, é uma estrutura de gameplay capaz de recriar o que de melhor o esporte tem. O problema é que o jogo tem sérios problemas em reconhecer os pressões com o timing correto, te fazendo perder pontos importantes, com a bola simplesmente batendo no seu jogador e parando. Fora isso, muitas vezes os jogadores simplesmente são teleportados para a posição porque o jogo não conseguiu processar a tempo as animações necessárias para a movimentação, o que quebra bastante a imersão.

Tennis World Tour

O mais grave dos problemas não é nem isso, já que, com o tempo, é possível se adaptar ou relevar até uma certa proporção. O que irrita mesmo é a completamente absurda inconsistência da inteligência artificial, principalmente no modo Carreira. No começo da sua carreira você terá bastante dificuldade para progredir em torneios pois a IA se torna cada vez melhor quanto mais você avança.

Até aí, tudo bem. O problema é que ela parece alternar entre a decisão de que irá retornar todas as suas raquetadas com uma precisão e força desconhecidas por qualquer ser humano quando retornam seus saques, ao mesmo tempo em que fica totalmente parada e deixa a bola passar ao seu lado quando é ela quem está sacando.

Isso torna a experiência frustrante e aleatória, tirando boa parte do prazer que se teria em progredir pelo modo Carreira. É necessário que exista uma dificuldade para que o jogo entregue uma experiência recompensadora (o que é o inverso do PGA Tour 2K21 em que seu jogador recém-criado era praticamente um híbrido de Tiger Woods e Phil Mickelson), mas há um limite do quão frustrante ela pode ser por culpa de uma IA mal programada.

No geral, Tennis World Tour 2: Complete Edition aproveita seu lançamento para PS5 para consertar vários dos problemas do seu antecessor e da versão de PS4. Ainda existe muito trabalho a ser feito para tornar o gameplay tão bom quanto os tempos áureos das adaptações do esporte para videogames, mas existe uma base sobre a qual construir.

Jogo analisado no PS5 com código fornecido pela NACON.

cassino online Netbet

Veredito

Mesmo sofrendo com sérios problemas em seu gameplay, uma IA terrível e modelos que deixam a desejar, Tennis World Tour 2 dá bons passos rumo a entregar uma experiência digna de um dos mais populares esportes do mundo, ainda que não alcance todo seu potencial.

65

Tennis World Tour 2: Complete Edition

Fabricante: Big Ant Studios

Plataforma: PS5

Gênero: Esportes

Distribuidora: NACON

Lançamento: 25/03/2021

Dublado: Não

Legendado: Sim

Troféus: Sim (inclusive Platina)

Comprar na

Veredict

Even though it suffers with serious gameplay issues, terrible AI and character models lacking visually, Tennis Wourld Tour 2 takes good steps towards delivering an experience worthy of one of the most popular sports in the world, even though it does not reaches its full potential.