Pacific Drive – Review

O primeiro impacto ao observar Pacific Drive, é a sensação do veículo pela estrada. Os momentos de sol em meio a floresta densa observado através do carro, curvas e declives, o limpador de para-brisa em movimento enquanto a chuva cai e as pequenas gotículas que ficam no vidro, tudo insere toques de imersão significativos neste jogo de escopo pequeno e orçamento limitado. O cuidado em determinados detalhes internos do carro e exteriores, são impressionantes e obviamente, foco da Ironwood Studios.

No entanto, sobre o que é Pacific Drive? Prepare-se para um jogo de sobrevivência em primeira pessoa, onde o carro é nosso “companheiro fiel”, inserido em uma Zona de Exclusão Olímpica no noroeste do Pacífico americano. Nosso objetivo será sobreviver, sempre restaurando e atualizando o veículo, envolto em situações desafiantes e acontecimentos estranhos no local. Além disso, existem mistérios que necessitam de respostas e estarão misturados entre aprendizados de coleta de itens através de um ambiente que é potencialmente hostil e repleto de surpresas.

O local possui anomalias e ajudas via rádio orientam e adicionam informações ao jogador em sua missão. Esse direcionamento conduz também a narrativa, com acesso a áreas próximas, realizando buscas por recursos adicionais. Afinal, como todo bom jogo de sobrevivência, upgrades são fundamentais e uma porta ou estrutura mais forte em seu veículo aumenta a proteção contra as anomalias e quanto melhor nosso carro, mais rápido prosseguimos no jogo.

Pacific Drive

Basicamente, dirigir não será tão complexo quanto as ações fora do carro que requisitam exploração e muita paciência. Se você é fã de jogos automobilísticos como eu, certamente ficou atraído pela proposta observada em trailers de divulgação de Pacific Drive. No entanto, não se iluda sobre o tempo dentro do veículo como foco principal do jogo. A essência é a sobrevivência. Para sobreviver, você precisa de recursos e o fator exploração é a alma de Pacific Drive, além da criação de objetos e ferramentas específicas que auxiliam na jornada, sempre fora do veículo.

Com visão em primeira pessoa, corremos pelo cenário, pulamos, nos abaixamos, chutamos itens além de interagir com objetos fora do carro. Internamente, nossas ações dentro do veículo são comuns em um carro: o uso câmbio, do limpador de para-brisa, ligar a chave do veículo, a luz interna do carro, entre outras ações. Basicamente, seu carro é sua cápsula de sobrevivência e como tal, é passível de danos externos, os quais você terá que lidar constantemente, realizando reparos e mais reparos, além de upgrades consideráveis.

Pacific Drive não é um jogo simples. Fico perdida ocasionalmente entre tantos itens para criar, como lidar com as ferramentas e os locais de coleta na região. O menu em si, não ajuda muito com a ampla gama de informações, organizar e armazenar os itens pode ser complicado. Além disso, o uso de cada equipamento criado no momento certo dependerá de seu conhecimento mais aprofundado, portanto, se detesta ler constantemente em jogos, esse título não é para você. O tempo que levará para progredir no jogo depende do seu conhecimento e capacidade de lidar com todas as informações que Pacific Drive requer. Confesso que esses foram os momentos durante a gameplay que mais questionei a real necessidade de tantos recursos e a complexidade exigida no menu.

No entanto, nesta segunda-feira (19), a Ironwood Studios liberou atualizações significativas para o jogo, melhorando também a interface de usuário. Testei as melhorias que pude e devo sinalizar que foram melhorias significativas.

Pacific Drive

Dentro do veículo, a sensação melhora. Esqueça os momentos de frustração, apenas observe a paisagem e a sinta o movimento do carro e paisagens. O comportamento do carro no processo é responsivo ao terreno, aos danos que sofre e os detalhes do painel interno durante a noite, são especiais. Ao dirigir por uma estrada durante a chuva, seu carro apresenta resistência, além dos danos e o itens que mais sofrem com frequência, são os pneus. Sem material para consertá-lo ou criar um, sua direção será sofrível na ausência de um deles, com o carro insistindo em pender para a direção ausente de pneu.

Segundo os desenvolvedores, a experiência proposta seria a sensação de dirigir uma velha perua, sempre afetada por elementos naturais como lama e chuva, interferindo no manuseio do veículo, incluindo sensações diferentes de direção. Elementos reais e irreais são parte do processo e nesse sentido, Pacific Drive demonstra todo seu potencial. Ficaria horas nesse simulador percorrendo as estradas em um modo livre para explorar. Adorei cada sensação dentro do carro, fora do carro…bem…atualmente não sou a fã número um de jogos em primeira pessoa.

A navegação é auxiliada por painel que exibe o mapa, além da possibilidade de planejamento dentro da nossa garagem, uma espécie de “safe zone”. Toda vez que retornamos para o local, a estrutura do mapa muda, adicionando ramificações com estradas, locais possíveis de exploração. Pacific Drive adota um sistema randomizado em sua estrutura e itens. Sempre que retornar para o jogo, objetos mudam. No processo de viagens em uma determinada zona também, no entanto, alguns pontos não mudam. O clima, alterna de acordo com o ciclo de dias, além das anomalias que surgem e as criaturas alienígenas que sobrevoam locais específicos puxando seu carro e atrapalham no progresso de movimentação.

Pacific Drive

Por se tratar de um jogo de análise antecipada, o mesmo não está livre de eventuais problemas, como mudança de idioma em determinados textos (ficam em russo!), diversos travamentos e situações não tão responsivas onde deveriam ser. Outros detalhes visuais também surgem ao longo da gameplay, como diversos problemas no efeito de sombras e modelagem de objetos. Certamente alguns dos problemas relatados serão corrigidos com patch pós lançamento. Outros são consequência do orçamento limitado do jogo.

Conforme mencionado anteriormente, para um título considerado indie, o jogo impressiona. Além da atualização da interface de usuário, a Ironwood Studios corrigiu boa parte dos bugs mais complexos na atualização recente, além de ajustes de equilíbrio relacionado a coleta/criação, balanceamento dos danos, buffs para ferramentas e algumas modificações adicionais. Jogando por algumas horas notei que as implementações foram eficazes em sua maioria, porém, outros eventuais problemas ainda necessitam de atenção.

Infelizmente, Pacific Drive é um título que corre sério risco no Brasil por não ter um idioma em PT-BR. A quantidade de textos, explicações, áudios, é muito elevada e a compreensão de tantas informações, leva tempo. Se você não domina o inglês ou até mesmo o espanhol, sofrerá para progredir no jogo. Todas as instruções ficam em tela e são comentadas em áudio via rádio, além de explicações adicionais. Montar uma lista de peças importantes, verificar informações sobre a criação de ferramentas, tentar entender as solicitações de ações propostas quando não temos sequer um indicador em tela apontando o local. Não compreenda uma palavra sequer, contará apenas com seus instintos de jogador e sorte.

De forma geral, Pacific Drive é um título que surpreende, possui um potencial narrativo amplo, muito foco em exploração e a sensação da entrega de um conteúdo único e singular. É uma experiência imersiva intrigante, pois mescla momentos de tensão com a adaptação ao bioma, sempre intrigando jogadores a descoberta e investigação do desconhecido. A tática de fornecer responsabilidade e liberdade ao jogador pela sobrevivência, imprime o otimismo que poucos títulos fornecem, culminando em algo que vai além da estrada e suas curvas…

Pacific Drive

Da mesma forma, a ausência de uma tradução e a complexidade dos menus e tarefas atreladas ao jogo deve afastar jogadores eventuais. Mesmo com qualidades de um simulador envolvente, atuar fora do veículo, não é para qualquer um. A tradução e localização em jogos é crucial, principalmente para a compreensão da narrativa e jogabilidade.

Existem custos associados a dublagem, que são elevados e a contratação de uma pessoa para a tradução em cada idioma pode aumentar o orçamento. Uma tradução significa aumento de vendas em determinados países e sabemos que o Brasil é um dos maiores consumidores de jogos eletrônicos existentes. Indico Pacific Drive para os aventureiros de plantão, mestres na criação, sobrevivência e que não se deixam abater pela barreira linguística!

Jogo analisado no PS5 com código fornecido pela Kepler Interactive.

cassino online Netbet

Veredito

Pacific Drive é um intrigante título de sobrevivência que apela para o desconhecido e a curiosidade do jogador, com momentos únicos e envolventes. Ao mesclar veículo e sobrevivência, a Ironwood Studios acerta em sua proposta e ousadia.

80

Pacific Drive

Fabricante: Ironwood Studios

Plataforma: PS5

Gênero: Aventura / Ação

Distribuidora: Kepler Interactive

Lançamento: 22/02/2024

Dublado: Não

Legendado: Não

Troféus: Sim (inclusive Platina)

Comprar na

Veredict

Pacific Drive is an intriguing survival title that appeals to the player’s unknown and curiosity, with unique and engaging moments. By mixing vehicles and survival, Ironwood Studios gets its proposal and boldness right.


Artigo anterior
Próximo artigo