Dordogne – Review

Sempre fui uma grande fã de boas histórias que conseguem emocionar através da simplicidade. Games como What Remains of Editch Finch e Gone Home são alguns pequenos exemplos de como uma boa narrativa pode se tornar marcante. Quando vi o anúncio de Dordogne, imediatamente tive o interesse despertado e, felizmente, o mais novo game da UN JE NE SAIS QUOI e UMANIMATION é mais um título que veio para agregar a essa lista.

Dordogne

Dordogne conta a história de Mimi, uma jovem que não se lembra de suas férias de verão de quando tinha 13 anos. Após o falecimento de sua avó, Mimi volta a Dordonha, uma região rural da França, para revisitar a casa e o local onde tais eventos aconteceram. Enquanto explora o lugar e encontra diferentes objetos, as lembranças de Mimi voltam a tona, fazendo com que a jovem entenda alguns comportamentos por parte de sua família e o motivo de nunca mais ter voltado para Dordonha e para a companhia de sua avó.

De início, talvez, o jogador não goste tanto das personagens, mas a maneira como a trama é apresentada e conduzida nos faz enxergá-las com outro olhar. Com certeza, até o final do game, você estará cativado por Mimi, Nora e suas aventuras pelos diferentes lugares de Dordonha.

Dordogne

A gameplay de Dordogne é extremamente simples estando ali apenas como um plano de fundo para conduzir a história. Controlamos Mimi, sendo X o botão de ação e os direcionais usados para abrir a tela do celular, mapa, entre outros. Em alguns momentos, os analógicos passam a ser utilizados para realizar determinadas interações com objetos, como preparar um chá ou plantar uma muda de rosas, por exemplo. Tudo é bastante intuitivo, com o game a todo momento nos indicando onde interagir e quais movimentos realizar.

Dordogne

É recompensador explorar cada cantinho da casa para encontrar cartas que enriquecem ainda mais a trama. Durante os momentos em que Mimi relembra sua infância, jogamos com sua versão mais nova e os coletáveis passam a ser adesivos, fotos, palavras e sons que podemos gravar em determinados lugares. Ao chegarmos ao final de um dia/capítulo, o jogador deve criar uma página de fichário com os coletáveis que desejar. Isso dá, não apenas muita imersão para o game, mas também permite que a experiência de cada jogador seja única. São diversas opções de poemas — gerados de acordo com as palavras que escolhemos — adesivos e fotos que podemos obter.

Dordogne

A parte visual de Dordogne é mais um ponto alto. Cada cena, inspirada por lugares reais, foi pintada a mão em aquarela e é tudo tão delicado, lindo e deslumbrante que é impossível não querer transformar cada uma delas em um quadro. Junto de uma trilha sonora tranquila e calma em alguns momentos, aventureira e tensa em outros, a sensação é de realmente estarmos em Dordonha.

É difícil apontar problemas em Dordogne. Talvez seu único ponto fraco seja a falta de uma seleção de capítulos. Se você for um caçador de troféus ou apenas um jogador que almeja encontrar todos os colecionáveis, prepare-se parar iniciar uma nova aventura do zero, perdendo o save anterior e criando um completamente novo.

Dordogne

Dordogne é, sem dúvida, uma experiência que merece ser desfrutada. É um excelente game com uma história simples, tocante e ao mesmo tempo com uma mensagem lindíssima sobre a beleza da vida. Por diversas vezes, acabei me sentindo como Mimi e relembrando de vários bons momentos que passei ao lado dos meus avós. Ideal para jogar numa tarde ou em um final semana, já que sua duração é curta. Além disso o game está localizado com legendas em nosso idioma . Com certeza é mais um indie que me surpreendeu esse ano e que merece ser jogado por todos aqueles que são fãs do gênero ou que apenas buscam um ótimo game focado em narrativa junto de uma gameplay simples.

Jogo analisado no PS5 com código fornecido pela Focus Entertainment.

cassino online Netbet

Veredito

Dordogne nos cativa não só com sua beleza, mas também com sua narrativa delicada. É mais um indie que merece destaque por conseguir nos transportar para a França rural ao mesmo tempo que conta uma história que traz uma sensação de conforto e familiaridade. Além disso, temos uma gameplay que cumpre seu propósito, cenários deslumbrantes e uma trilha sonora que dá o toque final ao conjunto da obra.

90

Dordogne

Fabricante: UN JE NE SAIS QUOI, UMANIMATION

Plataforma: PS4 / PS5

Gênero: Adventure Narrativo

Distribuidora: Focus Entertainment

Lançamento: 13/06/2023

Dublado: Não

Legendado: Sim

Troféus: Sim (inclusive Platina)

Comprar na

Veredict

Dordogne captivates us not only with its beauty, but also with its delicate narrative. It’s another indie that deserves to be highlighted for being able to transport us to rural France while telling a story that brings a feeling of comfort and familiarity. In addition, we have a gameplay that fulfills its purpose, stunning scenarios and a soundtrack that gives the final touch.


Artigo anterior
Próximo artigo