Bang-On Balls: Chronicles – Review

Desde março de 2021 em acesso antecipado na Steam, em 5 de outubro de 2023 chegou a hora de Bang-On Balls: Chronicles ser oficialmente lançado não só para PC, mas também para consoles. O título, publicado pela Exit Plan Games e já com análises bastante positivas, foi desenvolvido pela Untold Games.

Bang-On Balls: Chronicles é um jogo que promete oferecer uma experiência única no gênero de plataforma e ação em 3D. Com a capacidade de cativar os jogadores, este jogo apresenta uma jogabilidade envolvente e desafiadora que muitas vezes deixa os jogadores com a sensação de querer jogar “só mais um pouquinho”.

Bang-On Balls: Chronicles
A tela de carregamento é muito bonita e serve também como um mapa estilizado do local principal do jogo.

No entanto, há áreas que requerem atenção para proporcionar uma experiência de jogo mais completa. Embora o jogo forneça um tutorial inicial para explicar os comandos básicos, a clareza dos objetivos ao longo do jogo pode ser confusa, o que pode afetar negativamente a experiência do jogador. Ele pode se transformar em uma grande e maravilhosa confusão, o que, embora possa ser uma característica desejável para alguns, pode gerar para outros certa frustração.

Por outro lado, Bang-On Balls: Chronicles oferece diversidade por meio de diferentes mapas com objetivos a serem completados e itens cosméticos colecionáveis, o que incentiva a exploração e a personalização do personagem. A maioria desses itens é conseguia através da troca de orbes azuis, adquiridos ao derrotas inimigos e quebrar baús, cofres e outros itens espelhados pelos mapas, inclusive lugares específicos onde é possível ver um brilho no ar.

Bang-On Balls: Chronicles
Ao clicar no touch pad, os objetivos principais aparecem amarelos na tela e escritos em uma lista à esquerda. Os objetivos secundários (muitas vezes necessários para a conclusão dos principais) são mostrados com ícones à direita.

A inclusão de quebra-cabeças para desbloquear itens cosméticos adiciona um elemento estratégico à jogabilidade, tornando-a mais envolvente. E existe um número praticamente infinito de possíveis combinações envolvendo suas armas, acessórios, roupas e outros cosméticos, que pode deixar o jogo ainda mais divertido se você curte esse tipo de coisa.

Cada mapa é localizado em um período da história (veremos temas como piratas, corrida espacial e até J-Pop, entre outros) e conta com mecânicas e inimigos característicos. Nada é muito bem explicado nesse quesito, mas é interessante ver um contexto diferente em cada momento do jogo, e que de alguma forma faça sentido. E como se trata de um título de mundo aberto, é possível entrar e sair de cada um desses mundos quando você quiser.

Bang-On Balls: Chronicles
Os quatro mundos vão ficando disponíveis conforme o progresso no jogo. Uma vez liberados, é possível voltar em cada um deles quando quiser.

Um dos pontos negativos encontrados em Bang-On Balls: Chronicles é a qualidade dos ângulos da câmera, que pode ser problemática, especialmente no modo multiplayer. Uma má mecânica de câmera pode afetar negativamente a jogabilidade e a visibilidade dos jogadores, prejudicando a experiência geral. O game pode ser jogado em tela dividida por duas pessoas no modo multiplayer local, mas de forma online a aventura pode ser cooperativa com até quatro jogadores.

Ao jogar com a tela dividida, o player 1 controlará Bob, um estagiário nos Estúdios Bang-On, e o player 2 controlará Rob, outra bola assim como seu amigo (e devo dizer, eu adorei esses nomes). Eles poderão se separar como bem entenderem, e o tempo todo haverá uma indicação para cada um deles, composta por uma bolinha preta e uma seta branca, informando o paradeiro do colega e facilitando um encontro. Outro facilitador é a presença de máquinas Polaroid espalhadas pelos mapas, que criam checkpoints.

Bang-On Balls: Chronicles
Durante todo o tempo o game é repleto de ação, então, especialmente enquanto a tela está dividida, fica complicado obter uma imagem em que as duas metades estejam boas.

Em resumo, Bang-On Balls: Chronicles oferece uma experiência de jogo intrigante, mas com algumas áreas que requerem ajustes para proporcionar uma experiência mais satisfatória. A sensação de querer jogar mais é um ponto forte, mas melhorar a clareza dos objetivos, equilibrar o nível de confusão e resolver problemas relacionados à câmera são essenciais para melhorar a qualidade geral do jogo. Com os ajustes adequados, o jogo tem potencial para se destacar como uma boa adição ao gênero de plataforma e ação em 3D.

Jogo (versão de PS4) analisado no PS5 com código fornecido pela Untold Tales.

cassino online Netbet

Veredito

Bang-On Balls: Chronicles oferece uma jogabilidade envolvente e desafiadora que cativa os jogadores, resultando na sensação de querer jogar mais. A diversidade de mapas e itens colecionáveis adicionam profundidade ao jogo, incentivando a exploração e personalização do personagem. No entanto, a falta de clareza nos objetivos pode ser confusa para os jogadores, enquanto que problemas com a câmera prejudicam a experiência.

75

Bang-On Balls: Chronicles

Fabricante: Exit Plan Games

Plataforma: PS4

Gênero: Aventura / Casual / Ação

Distribuidora: Untold Tales

Lançamento: 05/10/2023

Dublado: Não

Legendado: Sim

Troféus: Sim (inclusive Platina)

Comprar na

Veredict

Bang-On Balls: Chronicles offers engaging and challenging gameplay that captivates players, resulting in the desire to play more. The diversity of maps and collectibles add depth to the game, encouraging exploration and character customization. However, the lack of clarity in objectives can be confusing for players, while camera issues detract from the experience.


Bruno Ribeiro
Bruno Ribeirohttps://linktr.ee/evankendal
Jornalista por formação, professor de inglês por ocupação (e por amor), e escritor já há mais de 20 anos, mas que só agora tomou vergonha na cara e resolveu se dedicar mais a essa área, publicando alguns trabalhos e escrevendo sobre jogos, uma de suas grandes paixões.