Análise – For Honor: Marching Fire

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Após quase 2 anos de seu lançamento, algo que os fãs não podem se queixar sobre For Honor é o suporte contínuo de sua desenvolvedora. Atualizações frequentes, eventos especiais e correções foram rotineiras por todo esse período. Porém, algo que faltava ao título era um conteúdo novo, que aumentasse o interesse no jogo aos que nunca o testaram e que fortalecesse a relação com a base já instalada de jogadores. Marching Fire é a proposta da Ubisoft para realizar isso.

A premissa dessa expansão paga é aumentar ainda mais as opções de For Honor para além dos personagens extras que foram adicionados em cada temporada. Por ser o primeiro grande pacote de conteúdo que o jogo recebe, Marching Fire adiciona bastante coisa. Uma nova facção de heróis, novos mapas e modos de jogo PVP além de um inédito modo Arcade são as novidades principais da expansão, além de vários itens e equipamentos.

For Honor Marching Fire 4

Os novos heróis da facção Wu Lin vindos das muralhas da China antiga entram na guerra territorial de For Honor. A adição dos 4 novos heróis orientais dá um toque extra a ambientação do jogo, com cada um possuindo características individuais, além de caracterização bastante adequada e movimentos realistas. Shaolin, Tiandi. Jiang Jun e Nuxia são as novas classes que apresentam novas armas, estilos de luta e jogabilidade diferente a série.

For Honor Marching Fire 3

Apesar dos Wu lin serem a atração maior dessa expansão, o novo modo de jogo merece destaque Igual. Fugindo do já tradicional capturar áreas e mata mata, esse novo modo PVP é bastante diferente. Invasão consiste em um time atacando portões de um castelo e tentando adentrar o mesmo enquanto protege seu aríete do time inimigo. Destruir os portões e chegar ao pátio final, garante uma luta com o protetor do castelo que é controlado pela IA, mas que vai ter ajuda dos heróis do time adversário.

Invasão traz um frescor ao sistema PVP do título, mudando o paradigma já um pouco cansado e dando aos jogadores novas formas de se divertir, em um modo de jogo que se assemelha a uma pequena campanha multijogador. A inserção de bases arqueiros, pontos de recuperação de vida e mini chefes nesse modo fazem toda a partida ter um dinamismo bem maior do que os modos tradicionais.

For Honor Marching Fire 1

Há um novo modo PVE para For Honor, algo que os jogadores já estavam pedindo há um tempo. O modo Arcade pode ser jogado solo ou com mais um amigo online e coloca o jogador contra inimigos poderosos em arenas de batalhas. Escolha uma dificuldade e enfrente oponentes para subir o nível do herói e ganhar equipamentos que poderão ser usados em qualquer modo de jogo. O modo Arcade é exclusivo da expansão e portanto só é acessível através da compra da mesma.

A atualização que trouxe a Marching Fire para For Honor adicionou todos os heróis e o modo Invasão gratuitamente a todos os jogadores. Lógico que para a aquisição dos heróis será necessário muito mais Aço (moeda ingame) do que para os heróis lançados anteriormente: 15000 para Wu Lin e 10000 para os heróis anteriores. A economia do jogo pode ter ficado mais agressiva, não só heróis mas também itens e equipamentos, porém como tudo isso veio gratuitamente, vale a pena se esforçar mais nos contratos e comprar aqueles que mais interessam, sem ter que gastar com a expansão.

For Honor Marching Fire 2

Melhorias gráficas foram feitas em For Honor e são bastante notáveis. Ajustes na iluminação de vários mapas e  modelagem do cenário trazem um maior realismo as batalhas do jogo. É notável também alguns ajustes e melhorias na parte técnica. Isso deixou a taxa de quadros mais estável e  proporcionou menos desconexões ou o famoso “lag“.

De um modo geral, a expansão Marching Fire incrementa o que For Honor tem de melhor mas sem mudar muito seu estilo ou abranger o jogo para outro públicos. Os que continuaram jogando o título da Ubisoft desde o lançamento vão adorar as novidades e melhorias. Os que nunca jogaram ou já deram uma chance ao jogo mas não jogaram, dificilmente terão uma nova visão sobre For Honor, mas se tentarem aproveitar o título hoje, vão pegar um produto muito mais acabado e refinado.

Veredito

Os jogadores assíduos de For Honor são o maior alvo da expansão Marching Fire, que adiciona uma quantidade considerável de conteúdo, se destacando os novos modos Arcade e Invasão. A dlc falha em criar um jogo mais atraente a novos jogadores, não abrangendo um publico maior ou mais casual. A economia do jogo pode ter ficado um pouco mais agressiva, mas ainda assim aceitável dentro das propostas da expansão.

Jogo analisado no PS4 padrão com código fornecido pela Ubisoft.

Veredito

70

Fabricante:
Plataforma:
Gênero:
Distribuidora:
Lançamento:
Dublado:
Legendado:
Troféus:
Comprar na

For Honor usual players are the main target of the Marching Fire expansion, that adds a considerable amount of content, highlighting the new Arcade and Invasion modes. The DLC fails to create a more appealing game to new players, not covering a larger or more casual audience. The game economy may have become a bit more aggressive, but still acceptable within the expansion proposals.