Durante uma conferência dos relatórios financeiros do último período fiscal da AMD, a CEO Lisa Su afirmou que a produção total da companhia ainda não será reestabelecida em breve e que ainda haverá meses pela frente com a falta de seus produtos no mercado.

Mesmo com um ano de ótimo números, inclusive com recorde de faturamento no quarto trimestre do ano fiscal, as dificuldades de produção de chips e placas gráficas ainda são constantes. Isso irá afetar principalmente a produção dos processadores dos consoles de nova geração (PS5 e Xbox Series) e também produção de peças de baixo custo para PC.

A previsão para normalizar o fornecimento desses materiais é para apenas o segundo semestre de 2021. Com isso, a produção e disponibilidade de novos consoles no mercado continuará sendo limitada até lá, pelo menos ao que tange a necessidade dos chips em questão.