O diretor da Bethesda Game Studios, Todd Howard, disse que é “difícil imaginar” The Elder Scrolls VI como um jogo totalmente exclusivo para o Xbox em uma nova entrevista que aborda muitos aspectos da aquisição da ZeniMax pela Microsoft.

Na entrevista, James Batchelor do site GamesIndustry apresentou a ideia de que ver The Elder Scrolls VI como exclusivo era difícil de imaginar, particularmente porque The Elder Scrolls V: Skyrim deve parte de seu enorme sucesso ao grande número de consoles em que foi lançado. Howard respondeu dizendo: “concordo que é difícil de imaginar”, mas não disse mais nada sobre o assunto.

O assunto dos jogos da Bethesda se tornarem exclusivos do Xbox tem sido um ponto de discussão desde o momento em que soubemos que o Xbox havia concordado em adquirir a ZeniMax por US$ 7,5 bilhões.

Howard reforça que o estágio inicial da aquisição (que não será concluído até 2021, no mínimo) significa que: “não passamos por tudo isso, para ser honesto”. Ou seja, ainda é tudo muito incerto sobre o que acontecerá no futuro. Isso segue os comentários anteriores de Phil Spencer, em que ele explicou que seria ilegal tomar decisões pela Bethesda até que a aquisição fosse concluída, o que significa que o planejamento ainda não começou de verdade.