A Sony registou uma patente (veja na íntegra aqui) que permite a identificação de jogos pirateados através da comparação dos tempos de loading.

O processo funciona da seguinte forma: primeiro a Sony teria que analisar qual o melhor tempo de loading que se pode obter de um determinado software num determinado dispositivo, e a seguir decidir qual o tempo loading limite desse software. Se o software a ser utilizado por um determinado usuário obtiver um tempo de loading superior ao limite aceitado pela Sony, a companhia poderá então bloquear esse usuário.

Esta patente foi preenchida em 2011, no entanto, só foi publicada em 21 de fevereiro, um dia depois da grande revelação da PlayStation 4.

É possível que este seja um dos métodos da Sony para combater a pirataria no novo console.