The Walking Dead não possui a solução de puzzle tradicional do gênero “adventure”. O CEO da Telltale, Dan Connors, falou sobre isso com o site Rock Paper Shotgun.

“O estilo tradicional de ‘três objetos’ do game de puzzle – como, ache isso, dê para aquele cara, acione o diálogo para abrir a porta – machuca a história. Machuca o mundo da história, por que raios eu faria isso?”, disse Connors. “Em nosso design de puzzles era criar desafios reais para a história, ações realmente críveis. Ainda estará usando o seu cérebro para descobrir e ainda usará o seu juízo”, comenta.

Connors explicou que ele não quer criticar os jogos de puzzle, e ele sabe que as pessoas gostam, mas The Walking Dead é sobre criar experiências intensas, não solução tradicional de puzzles.

Ele continou o assunto mencionando que a equipe aprendeu bastante sobre como contar histórias com The Walking Dead, mas que eles estão prontos para evoluir o enredo na segunda temporada, explorando outros gêneros e introduzindo novos personagens.

Connors confirmou que o arquivo de save da primeira temporada continuará na segunda. Ele disse que a Telltale está “definitivamente tentando garantir que será uma coisa boa e sólida para todos”. Ele também comentou que a segunda temporada possivelmente não terá problemas de bugs com o save, como aconteceu com a primeira.