A todo momento o mundo das tecnologias está se modificando e trazendo novidades para a vida das pessoas. E uma dessas novidades que já está dentro do mercado de eletrônicos é o óculos de realidade virtual. A realidade virtual, que também pode ser chamada de realidade aumentada traz uma simulação da realidade, mandando mensagens para o cérebro como se elas fossem reais. Devido ao fato de ser uma tecnologia que exige um desenvolvimento técnico altamente elevado, esses produtos estão ainda em crescimento dentro do mercado, o qual está em positiva expansão.

A realidade virtual surgiu durante os anos 30, quando Edward Link criou o primeiro simulador de voo comercial para ajudar os pilotos profissionais, e desde então vem sendo estudada e desenvolvida. São várias empresas que estão investindo milhões de dólares para fazer com que os óculos de realidade virtual se tornem tão comuns como os mobiles são hoje dentro da sociedade. Hoje, esses produtos são ainda muito caros, o que faz com que apenas uma pequena parcela da população do mundo possa comprá-los. Portanto, este é o primeiro desafio dessas empresas, tanto a Google como a Facebook já tentaram criar óculos mais acessíveis, mas infelizmente sem grandes sucessos em vendas.

Um outro aspecto que está definindo o futuro da realidade virtual é a sua utilização dentro da sociedade, a tecnologia já existe, mas ainda não está claro como as empresas e as pessoas podem ampliá-las nos seus dia a dias de forma a facilitarem as suas rotinas. Até o momento, a experiência mais positiva foi o jogo Pokémon Go, o qual utilizou a tecnologia para criar Pokémon que deveriam ser capturados. Uma das indústrias que tem utilizado a realidade virtual é a de casinos, com a transmissão ao vivo em realidade virtual mesas de jogos para que os jogadores online tenham a mesma experiência que eles teriam nas mesas de poker físicas em Las Vegas, por exemplo. Isso poderá ser ampliado para outros esportes, tal como futebol ou o tênis e até mesmo para shows de músicas e de concertos em um futuro próximo.

Ou seja, ainda há muito potencial para desenvolvimento, vale lembrar que quando os smartphones foram lançados, as pessoas nem sabiam o que eram aplicativos, e hoje tanto na Apple Store como no Google Play há mais de milhões de aplicativos para as mais diferentes funções. Dessa maneira, é uma questão de tempo para que a realidade virtual seja utilizada para outras funções trazendo benefícios para a sociedade e facilitando a vida das pessoas.

A realidade virtual também precisa de apoio de outras tecnologias para existir, tal como as redes 5G, já que essas redes serão capazes de transferir mais dados, em uma velocidade 10 vezes mais do que a 4G, ou seja, deixando a transmissão de conteúdo imersivo mais acessível. Por isso, com o popularização dessa tecnologia, haverá mais oportunidades para a realidade virtual. Outro ponto de apoio para o seu desenvolvimento é a regulamentação e a legislação para a realidade virtual. Hoje há um instituto que está investindo tempo para criar uma boa base para definir os principais pontos dos padrões de qualidade da Realidade virtual.

O PlayStation VR é parte desse futuro ditado pela realidade virtual. Com mais de 4,2 milhões de unidades vendidas, o headset do PS4 oferece uma variedade de jogos de diversos gêneros. Com a chegada do PlayStation 5 em breve, o suporte à tecnologia continuará existindo, dado o fato de que o console será compatível com o headset e, provavelmente, uma nova versão também será lançada.