Em entrevista ao site MCV, Jason Rubin, co-fundador da Naughty Dog que assumiu o controle da THQ em maio de 2012, explicou quais foram os motivos pelo fechamento da produtora.

"Eu acho que é incorreto atribuir o fechamento da THQ às mudanças na indústria," afirmou Rubin. "Claro, todas as produtoras de jogos AAA estão sob pressão, mas a THQ teria todas as chances para sobreviver se não tivesse cometido erros enormes."

"Infelizmente, os erros que tinham sido cometidos bem antes de eu entrar, como as perdas incríveis associadas ao uDraw, todo o capital depserdiçado no MMO [de Warhammer] que foi cancelado, a insistência na produção de jogos para crianças e o público casual mesmo depois de celulares e tablets terem matado o negócio, jogos atrasados, ruins ou simplesmente inferiores como Homefront, e o jeito ineficiente com o qual o dinheiro da empresa era aplicado, deixaram a companhia com muitos problemas," detalhou.

"A THQ precisava ser reestruturada para sobreviver, e infelizmente, a reestruturação acabou com uma venda de suas propriedades ao invés de uma aquisição completa," desabafou Rubin.

O executivo, cujo futuro na indústria ainda é incerto, ainda completou: "Eu acho que a sorte é um grande fator para determinar sucesso ou fracasso, mas as decisões tomadas pela THQ foram a causa principal de sua queda. Dizer que tudo foi culpa do azar seria tentar esconder o problema debaixo do tapete. Será que Homefront poderia ter vendido 10 milhões de cópias? É possível, talvez, mas provavelmente não sem uma produção melhor. E é difícil atribuir um MMO cancelado à falta de sorte. Foram simplesmente decisões ruins em um mar de decisões ruins."