NotíciasPlayStation 4

YouTuber que socou feminista em Red Dead Redemption 2 tem seu canal suspenso

Atualização (21h26): o canal do YouTube de Shirrako foi restaurado.

O YouTube se pronunciou e reavaliou seu posicionamento, dizendo que os vídeos devem ficar marcados como sendo para maiores de 18 anos, ao invés de serem removidos da plataforma.


Notícia Original: Há alguns dias, muitos canais e sites de imprensa noticiaram que é possível socar, matar, fazer o que bem entender com feministas em Red Dead Redemption 2.

Primeiramente, é preciso esclarecer alguns pontos. A feminista em questão é uma NPC que pede atenção na rua pelo direito do voto das mulheres. Na história do jogo, há alguns elementos relacionados a isso, sempre para o lado positivo dessa história.

No entanto, como RDR2 é um jogo livre, você pode socar ou matar essa NPC. Portanto, é preciso ressaltar que isso não é algo que o game obriga o jogador a fazer. Logo, a Rockstar não deve ser culpada nessa história.

Tendo isso em mente, um YouTuber conhecido como Shirrako fez um vídeo dele socando essa personagem na rua. O vídeo acabou viralizando e, aproveitando o seu sucesso, criou variáveis, como “feminista sendo arrastada e devorada por crocodilo” e “porcos se alimentando de feminista”.

Hoje, o canal de Shirrako foi suspenso pelo YouTube por promover violência. No Twitter, Shirrako faz a comparação de que matou uma NPC e teve o canal encerrado, sendo que se passa o jogo inteiro matando homens.


Para saber mais sobre Red Dead Redemption 2, leia a nossa análise. Não deixe de conferir também algumas dicas e curiosidades do game.