NotíciasPlayStation

Vice-presidente acusa os videogames como influenciadores dos assassinos de Suzano; Gloria Perez também

Na manhã desta quarta-feira, a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, sofreu um ataque. Dois rapazes, um de 17 anos e o outro de 24 anos, invadiram a escola e mataram 8 pessoas. No fim, se suicidaram. Você pode ler com detalhes todas as informações sobre essa história no G1.

O vice-presidente, Hamilton Mourão, soltou um comentário que acabou resultando na (velha) discussão de que jogos podem influenciar as pessoas. Mourão comentou que “hoje a gente vê essa garotada viciada em videogames e videogames violentos. Só isso que fazem. Quando eu era criança e adolescente, jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude, hoje não vemos mais essas coisas. É isso que temos que estar preocupados”.

Da mesma forma, a escritora Gloria Perez também culpou os videogames dizendo, em seu Twitter, que “essa tragédia de Suzano parece ter tudo a ver com a cultura dos games!”.

O principal motivo de associarem o ataque em Suzano aos videogames é que os dois assassinos tinham o costume de frequentar LAN Houses, além de um deles ter postado em seu Facebook fotos de Free Fire (um battle royale não disponível para PS4) misturadas com fotos pessoais. Outro ponto que deve ser levado em conta é que a polícia está investigando a suspeita de que eles planejaram o crime em um fórum sobre Call of Duty.

SHOPPING