O texto abaixo foi publicado no PlayStation.Blog brasileiro por Amanda Gardner (Co-Fundadora / Escritora, The Deep End Games).


Já teve um pesadelo recorrente? Podem ser bem bruscos. E se eles durassem dias? Semanas? Meses? Cassie, a protagonista de Perception, vem sendo atormentada por pesadelos de uma mansão que ela sente ser real. Após meses pesquisando, ela descobre a propriedade em Echo Bluff em Gloucester, Massachusetts e, sendo obstinada e bem independente, ela pega um avião e atravessa o país sozinha, buscando respostas.

Você faria o mesmo? E se fosse cego?

H.P. Lovecraft disse “a emoção mais antiga e poderosa da humanidade é o medo, e o mais antigo e poderoso medo é o do desconhecido.” Na The Deep End Games, usamos esta mesma crença para guiar Perception. Com certeza você pode imaginar o que jogar com uma mulher cega quer dizer em um jogo de terror. Porém, o desconhecido em Perception não está lá apenas para tornar esta história de fantasmas assustadora – ele tem um papel importante em outro pilar do jogo: o mistério.

Perception on PS4

Perception on PS4Perception on PS4

Como escritora e ex-professora de Inglês, acredito que o questionamento é uma força da natureza. Da mesma maneira que os humanos são relutantes em entrar nos cantos escuros de uma mansão remota e abandonada, são impulsionados a buscarem respostas. E esta tensão é o âmago da jornada de Cassie.

Quando ela chega em Echo Bluff, é confrontada por mais do que apenas “Porque estou aqui?” E sua busca logo se torna “O que aconteceu aqui?”

Vai querer explorar todos os cantinhos, e ouvir cuidadosamente todas as memórias que foram arranhadas nas paredes da casa. Cada vez que ela soluciona o mistério do que aconteceu a uma geração de pessoas que moraram na propriedade, ela é levada de volta no tempo aos antigos proprietários e os tormentos que tiveram que sofrer. Quando achar que possui as respostas, serão trocadas por mais perguntas.

Perception on PS4Perception on PS4

Não pensamos no nosso jogo como um jogo tradicional de terror – não temos tripas e cenas grotescas, e poucos sustos abruptos que definem o gênero. A nossa equipe se orgulha da sua habilidade narrativa, com Bill tendo sido o Lead Level Designer do BioShock e Design Director do BioShock Infinite. São jogos que colocam uma ênfase pesada em narrativa e histórias bem ambientadas. Cada quarto tem uma história, e acreditamos que isto ajudou bastante em Perception. O meu passado como professora permeou os mistérios de Perception com várias referências literárias e temas que ajudam a iluminar melhor os segredos e passados sórdidos dos personagens.

No fundo, Perception é uma série de mistérios gravados na mansão e tecidos nas muitas vidas que perambulavam por seus corredores solitários. Esperamos que aproveitem a sua jornada à Echo Bluff e consiga juntar todas as peças do quebra-cabeça! Perception já está disponível no PS4!