Desde a sua fundação em 2011, a THQ Nordic tem adquirido diversas franquias. Para se ter ideia, ela possui em mão mais de 100 propriedades intelectuais.

Segundo o CEO da THQ Nordic, Lars Wingefors, nem todas as franquias verão uma sequência. Em uma entrevista com o GamesIndustry, ele diz que não há um plano para cada uma delas e também há muitas franquias que não possuem relevância atualmente para que uma sequência seja produzida.

Isso, no entanto, é um pouco óbvio. Enquanto que provavelmente veremos uma sequência de Kingdoms of Amalur ou TimeSplitters, é bastante improvável que All Star Karate ou Armored Fist terão novos jogos.

Ainda nessa mesma entrevista, o CEO defendeu Darksiders 3. Ele diz que a promessa foi entregar um jogo para os fãs da franquia e nisso o CEO tem orgulho, comentando que acredita que a Gunfire (a desenvolvedora) fez um excelente título. Além disso, a Apocalypse Edition foi um desafio muito grande para ser produzida e a equipe conseguiu também.

Sobre os reviews, o CEO comenta que sempre haverá pessoas que não gostam desse tipo de produto, mas há também aquelas que realmente estão gostando. “Se mantivermos nossa promessa e entregarmos um produto que os fãs gostarão, eu acho que estaremos bem”, ressalta.