PUBLICIDADE

A Sony Interactive Entertainment registrou mais uma patente que indica que veremos retrocompatibilidade no PlayStation 5. Desta vez, o cadastro é 2017, mas acabou se tornando público somente agora. O autor é Mark Cerny, o arquiteto líder do PlayStation 4.

Em fevereiro, tivemos outra patente que também foi cadastrada por Mark Cerny.

A patente desta vez fala sobre desativar a CPU legado por uma nova CPU com “características selecionadas da nova CPU que não estão presentes na CPU legado”.

Você pode ler a descrição completa da patente neste link. No entanto, a imagem abaixo é bastante clara: se for um aplicativo do passado (legacy), o console segue os passos de retrocompatibilidade. Caso não seja, o comportamento deve ser o normal.

PUBLICIDADE

Patente Retrocompatibilidade PlayStation 5