Ontem, noticiamos um rumor de que dos 8 GB que o PS4 tem disponíveis, 3,5 seriam usados para o sistema operacional (OS) e os outros 4,5 GB para jogos, mas que 1 GB poderia ser usado do OS nos jogos.

A Sony esclareceu agora o assunto. Ela diz que a memória "flexível" que é emprestada da OS e que precisa ser devolvida quando for pedida não é verdade.

Há uma "Memória Direta" localizada no modelo tradicional de videogame e a "Memória Flexível" que é usada pelo OS do PS4 e que permite aos jogos usarem a funcionalidade "FreeBSG" de memória virtual. Essa memória é 100% para os jogos e nunca é usada pelo OS. No entanto, a Sony não revela o quanto de memória é reservada para o sistema.

O site Eurogamer, que havia noticiado o rumor, acredita agora que há 4,5 GB de memória RAM disponíveis para os desenvolvedores e que o 1 GB originalmente mencionado se divide em dois: 512 MB de RAM on-chip (área física) e os outros 512 MB são como uma espécie de arquivo "swap" do Windows. Ou seja, dos 8 GB da GDDR5 do PS4, os desenvolvedores podem usar 5GB (ao invés dos 5,5 GB mencionados na notícia original).

A novidade é que, segundo o site, pelo fato do OS não usar a memória, é muito mais fácil para os desenvolvedores trabalharem com ela.