Como sabemos, o PlayStation 4 custará 399,99 dólares e o Xbox One 499,99 dólares.

Segundo múltiplas fontes do site IGN, a Sony removeu a câmera (PlayStation Eye) do pacote do PlayStation 4 de forma "quieta" justamente para não entregar o jogo à Microsoft.

Ao mesmo tempo, a câmera do PS4 será um acessório apenas para as pessoas que decidirem comprá-la – ao contrário do Kinect do Xbox One, que poderá ser usado pelos desenvolvedores em qualquer jogo. É, portanto, uma decisão que pode afetar a Sony a longo prazo. Ainda não sabemos os planos da companhia para a câmera, porém.

O mais problemático disso tudo é que a luz do DualShock 4 é apenas para efeito visual. Coisas como indicar se o jogador está com pouca vida, por exemplo, ainda existirão, mas sem a câmera muitas coisas planejadas não poderão ser feitas.

Vale ressaltar que das 40 demos presentes na E3, nenhuma usava a câmera.

Resta o futuro decidir se o corte no preço com a remoção da câmera foi uma decisão sábia da Sony ou se, a longo prazo, ela obrigará os usuários a comprá-la para usar o Move e o DualShock 4 com ela.