Sem entrar em muitos detalhes, Shinji Mikami, criador de The Evil Within, disse que o seu título poderá ter, teoricamente, um multiplayer. Mas, se existir, será via DLC.

O estilo multiplayer em questão seria parecido com o de Dark Souls ou Watch Dogs, ou seja, os jogadores estariam em sessões single-player e silenciosamente, sem perceberem, estariam “invadindo” o mundo de outra pessoa. No caso de The Evil Within, seria para assustar ainda mais o outro jogador.