A última edição da Famitsu contém uma entrevista com o diretor de World of Final Fantasy Maxima, Hiroki Chiba. Confira abaixo os pontos interessantes:

  • Com a ideia de lançar World of Final Fantasy no Switch, surgiu a oportunidade de melhorar o jogo e foi assim que a versão Maxima nasceu;
  • O orçamento do jogo foi pequeno e, portanto, a produção limitada. Mas a equipe fez o melhor que pôde;
  • A versão de PS Vita não receberá o novo conteúdo por questão de falta de memória;
  • Maxima contará um pouco da história pós-jogo de Lann e Reynn;
  • Existiu uma ideia de inserir comentários dos diretores de maneira opcional para os personagens que aparecem em cada cutscene, mas isso acabou sendo descartado;
  • Apesar de não ter planos para uma sequência, o diretor disse que já escreveu a sua história. Se a Square Enix aprovar o desenvolvimento, a produção será iniciada imediatamente.

World of Final Fantasy Maxima será lançado no dia 6 de novembro para PlayStation 4, Xbox One, Switch e PC via Steam.