NotíciasPlayStation 4PlayStation 5

Rumor: Call of Duty de 2020 será um novo Black Ops da Treyarch; Sledgehammer Games fora do ciclo

De acordo com as fontes do site Kotaku, o Call of Duty de 2020 quebrará o ciclo de desenvolvedoras e será Black Ops 5.

Ou seja, as desenvolvedoras envolvidas com a série (Infinity Ward, Treyarch e Sledgehammer) desde 2012 possuem cerca de três anos para trabalharem no seu jogo. Note como foram os últimos anos:

  • 2012 – Treyarch – Call of Duty: Black Ops II
  • 2013 – Infinity Ward – Call of Duty: Ghosts
  • 2014 – Sledgehammer – Call of Duty: Advanced Warfare
  • 2015 – Treyarch – Call of Duty: Black Ops III
  • 2016 – Infinity Ward – Call of Duty: Infinite Warfare
  • 2017 – Sledgehammer – Call of Duty: WWII
  • 2018 – Treyarch – Call of Duty: Black Ops IIII
  • 2019 – Infinity Ward – ainda não anunciado (mas todos rumores apontam que será Modern Warfare 4)

Para 2020, a Sledgehammer deveria ser a responsável com suporte da Raven Software. Os rumores apontam que seria um jogo durante a Guerra Fria (provavelmente no Vietnã). No entanto, parece que as coisas mudaram.

Como comentamos anteriormente, a Treyarch lançará o jogo do ano que vem e será Call of Duty: Black Ops 5. O trabalho feito pela Sledgehammer será utilizado para criar uma campanha single-player para o título da Treyarch. Além disso, Black Ops 5 seria cross-gen, ou seja, chegaria ao PS4 e PS5 (mesma coisa pro Xbox).

A principal razão por todo esse problema, de acordo com duas pessoas envolvidas, é que a Sledgehammer e a Raven tiveram discussões realmente feias durante o desenvolvimento de Call of Duty 2020 (e que não existe mais). Agora, esses dois estúdios servirão como suporte para que a Treyarch possa entregar Black Ops 5 a tempo.

A Activision não comentou o assunto.