Grand Theft Auto foi proposto como um filme para a Rockstar diversas vezes, segundo o co-fundador Dan Houser. Porém, o dinheiro que o projeto poderia gerar não vale o risco de possivelmente machar a franquia.

Houser, porém, concordou que um seriado para a TV seria algo mais simples de ser imaginado, mas mesmo assim ele acredita que também mais perderia do que ganharia com isso.

Houser comenta que a Rockstar tem um jogo que é uma experiência de 100 horas, com uma liberdade imensa como roubar um banco, ter uma aula de yoga e depois ver TV, não pode ser condensada em algo com duas horas de duração ou uma experiência de doze horas quando você tira as duas coisas principais: o papel do jogador e a liberdade.