NotíciasPlayStation 5

Quantic Dream deseja fazer jogos de todos os gêneros; iluminação será o fator chave na nova geração

Em entrevista com o site GameSpot, David Cage falou alguns detalhes sobre o futuro da Quantic Dream.

Quando perguntado se ele gostaria de realizar algo diferente de Heavy Rain e Detroit, David respondeu “com certeza” e adicionou dizendo que o estúdio está trabalhando em diferentes projetos, inclusive algo que desejavam fazer há algum tempo.

Cage ainda expressou que a Quantic Dream possui o interesse em fazer jogos de todos os gêneros, contanto que sejam originais, inovadores e de alta qualidade. Apesar disso, ele se negou a dar detalhes sobre o novo projeto em que estão trabalhando e disse que será uma “virada de página” em relação aos anteriores em termos de visuais.

David Cage reforçou que a Quantic Dream ainda continuará trabalhando com atores reais em conjunto com a tecnologia de captura de movimento, além de falar um pouco sobre como foi desenvolver toda a tecnologia que os levou à criação de jogos como Detroit, Heavy Rain e Beyond: Two Souls.

“Essa é uma das coisas que amamos. E nós temos muitas coisas no momento no trabalho sobre os motores gráficos, as ferramentas, mas também captura de movimento, é claro. Continuamos melhorando jogo após jogo, continuamos investindo em pesquisas e desenvolvimento, e sempre esperamos que o próximo jogo seja mil vezes melhor que o anterior”.

Por fim, David falou um pouco sobre como a iluminação terá um papel importante no futuro dos jogos em geral:

“Eu acho que a iluminação vai ser uma coisa chave. Existe essa nova tecnologia chamada “ray tracing” que tem sido muito comentada nos últimos dias. Eu acho que isso será interessante, pois permitirá melhorar reflexos, iluminação e sombras. E eu acho que isso é um grande negócio. Durante anos, a quantidade de polígonos que você podia mostrar era fundamental, depois essa atenção mudou para os shaders e texturas, e agora acho que tudo é sobre a iluminação, e quanto mais sutil e diferenciada for a iluminação, melhor a imagem será. Eu não acho que vai ser uma guerra sobre resolução; eu sei que as pessoas falam sobre 8K nos dias de hoje e blá blá blá. Eu não acho que esta seja a próxima batalha real. Eu prefiro colocar o foco na iluminação. Iluminação, iluminação, iluminação”.

Você pode ler a entrevista na íntegra com outros detalhes.