NotíciasPlayStation 4

PlayStation.Blog lista 11 coisas vistas na demo de Final Fantasy VII Remake na Gamescom 2019

O texto abaixo foi publicado no PlayStation.Blog brasileiro.


Embora pudemos ver um pouco de Final Fantasy VII Remake durante a E3, nem cogitamos recusar a oportunidade de mais uma chance de voltar à Midgar quando o estúdio trouxe o título para a Gamescom esta semana.

E estamos felizes: jogar a demo novamente solidificou a emoção do combate reimaginado. Após um resumo pelo produtor do jogo Yoshinori Kitase, temos mais observações para compartilhar.

Então se estiver animado para o retorno de Cloud Strife e companhia tanto quando nós, continue lendo.

1. Os diálogos entre Cloud e Barrett são gloriosos

A missão de abertura do original estabelece o relacionamento conturbado entre Barret, líder da resistência eco-terrorista Avalanche, e Cloud, antigo SOLDIER e agora um mercenário contratado pela Avalanche após algumas linhas de diálogo.

Final Fantasy VII Remake
O Remake expande essa fricção, com várias cenas que enfatizam a desconfiança de Barret no antigo funcionário da Shin-Ra.

Estes diálogos são engraçados, com a frieza de Cloud contrastando perfeitamente com a raiva de Barrett. É algo que queremos ver mais.

2. A Avalanche também sofre mudanças

Jessie, Biggs e Wedge fecham as tropas da Avalanche durante a missão. Eles também recebem mais diálogos durante a infiltração, ajudando a conhecer suas personalidades. (Nota: O diálogo incidental, sem dublagem, aparece do lado superior esquerdo da tela, combinando com o resto do design da UI). Mesmo quando a conversa é pouca, a expressão facial e linguagem corporal dos novos modelos de personagem realistas ajudam muito.

3. Você verá momentos inéditos da missão

O remake embeleza não apenas a história do original. Durante sua apresentação, Kitase explica como certas partes da missão da Avalanche eram apenas referenciadas e não mostradas. Estes momentos — como o grupo cortando por uma área cercada durante a infiltração — agora estão incluídos. Isso dá mais substância à missão e aos detalhes da cidade.

Final Fantasy VII Remake

4. Midgar parece uma cidade viva e habitada

O makeover de Midgar para o PS4 é algo inacreditável. Seja as vistas de derrubar o queixo, como a cidade refletida da janela do trem, ou as coisas pequenas, como a fita amarela marcando os cabos caídos nos locais em obra: os detalhes são estonteantes. Cada tijolo exposto e pedaço de andaime conta a história da cidade.

Final Fantasy VII Remake

5. É assim que se faz propaganda em Midgar

Antes da nossa sessão, assistimos um vídeo, criado especialmente para nos familiarizar com as novas mecânicas de combate. A decisão de fazer isso acontecer no mundo do jogo é fofa, principalmente já que nos mostra um pouco do marketing de Shin-Ra, com o vídeo promocional da empresa mostrando uma Midgar de ruas limpas e céus azuis — antes de ser cominada pela hacker da Avalanche, Jessie, que lhe mostra o tutorial enquanto Shin-Ra tenta cortar o acesso dela.

6. Nem todos os Mako Reactors são iguais

Poderíamos presumir que o design interior dos reatores Shin-Ra fossem uniformes, já que Midgar é alimentada por oito estações iguais em um anel em torno da cidade. Mas não, como pudemos ver em mais uma novidade apresentada no Remake. Respondendo ao desespero de Barret por não saber seu caminho — já que foi um dos motivos pelo qual foi contratado pela — Cloud comenta que todo reator é diferente. Pelo menos ele faz jus ao seu salário com sua espada.

7. Cloud possui duas versões de seu golpe básico…

Atacar inimigos com o botão Quadrado aumenta sua barra de ATB. É uma corrida para encher a barra rapidamente para acessar suas habilidades especiais. Mas há uma versão mais poderosa do ataque básico com sua espada, que enche a barra ainda mais, basta segurar o botão Quadrado um pouco.

Final Fantasy VII Remake

8. …e uma habilidade única que dá mais dano

Além das habilidades normais e magias, todo personagem possui uma habilidade única, selecionável com o botão Triângulo. Cloud, por exemplo, muda de modo Operator para Punisher, um estilo de ataque mais agressivo e poderoso com mais alcance. O lado ruim? Você fica bem mais lento.

9. Cloud esmaga, Cloud pega itens

Sim, os baús retornam, embora tenham sido refeitos para se encaixar melhor com a estética cyberpunk de Midgar. Mas também há contêineres da Shin-Ra e berris na maioria das áreas. Obtenha recompensas por destruí-los com sua Buster Sword. A maioria possui itens.

10. Sua Materia, é tão brilhante

Em Final Fantasy VII, furos nas roupas ou armas são uma decisão proposital, não sinal de pouca qualidade. Estes furos deixam você equipar Materia, pedras místicas que concedem poderes mágicos. Todo tipo tem uma cor diferente, e não estão mais relegadas a um menu: você notará um toque de cor no seu personagem onde a Materia foi colocada. Olhe de perto e verá seu brilho luminoso.

11. O brilho da batalha

Como dissemos, são os pequenos detalhes que mostram o tamanho do esforço da Square-Enix no Remake. Os ataques de Barret são todos de longa distância e têm a ver com sua arma montada no braço. Segure o Quadrado para uma saraivada em qualquer inimigo em sua mira. Se olhar bem de perto no cano da arma quando terminar, verá um brilho que diminui conforme sua arma resfria.

Final Fantasy VII Remake