NotíciasPlayStation 4

Pistas originais favoritas dos fãs podem retornar em Gran Turismo Sport ou em jogos futuros

O chefe da Polyphony Digital, Kazunori Yamauchi, confirmou que há uma “possibilidade” de que as pistas favoritas dos fãs dos jogos anteriores de Gran Turismo possam aparecer em um Gran Turismo atual, seja GT Sport ou um próximo título da série.

Falando em uma mesa-redonda durante o evento da Tokyo World Tour, Yamauchi disse que não descartaria o retorno dos circuitos originais como Trial Mountain, Autumn Ring e Deep Forest. Yamauchi sugeriu anteriormente que há problemas técnicos com a importação dos dados para as versões mais recentes do jogo, mas ele parecia mais positivo em Tóquio. Quando perguntado, sua resposta foi: “eu acho que a possibilidade existe. Eu não diria não”.

O chefe da Polyphony também confessa sua nostalgia, dizendo que cada uma das pistas originais do Gran Turismo 1 tem um significado ou apelo especial para ele. Yamauchi também entrou em alguns detalhes sobre como a equipe cria pistas originais – tanto em jogos mais antigos quanto no GT Sport.

“Muitas vezes, na verdade, começa apenas com um desenho”, explica Yamauchi. “Nesse desenho, escrevemos quanto tempo as retas terão, como as curvas são anguladas, os altos e baixos da pista. E depois discutimos com o paisagista sobre como será esse mundo ou ambiente”.

O ambiente também é fundamental. Essa discussão inclui em que parte do mundo a pista pode estar e a equipe procurará nos vários cantos da internet para encontrar locais que ficariam bem no jogo. “Uma vez decidido, enviamos uma equipe para o local real para capturar dados naquele ambiente”, diz Yamauchi. “Como precursor disso, investigamos na internet todos esses locais reais nessa área que pareceriam bons para a captura de dados”, comenta. “Acho que deveríamos fazer isso no sul da França, e levaremos a equipe para lá, todos juntos, e estudaremos a geografia, a vegetação da área, e faremos essa pesquisa e fotografaremos tudo e digitalizaremos a laser, e trazemos tudo para casa”, explica.