O texto abaixo foi postado no PlayStation.Blog brasileiro por Sid Shuman.


Ao testar o modo multiplayer de Killzone: Shadow Fall pela primeira vez na Gamescom, a sensação que eu tive foi a de que Shadow Fall representa uma mudança radical para os veteranos da série. A jogabilidade mantém o peso característico da série, então você nunca tem a impressão de estar deslizando pelos cenários meticulosamente detalhados. Mas graças a uma série de refinamentos feitos pela Guerrilla Games, Shadow Fall é um Killzone inegavelmente mais rápido, mais fluido e mais gratificante. É o renascimento de Killzone.

O DualShock 4 tem um papel importante aqui, com sua ergonomia atualizada e seus gatilhos L2 e R2 aprimorados (embora Shadow Fall permita o uso dos botões L1 e R1, se você preferir). Ao término da minha sessão de teste, o Diretor Steven ter Heide comentou que Shadow Fall não usa mais a assistência de mira, tornando-o um verdadeiro teste de habilidade. E você nem vai notar esse mudança por conta da alta capacidade de resposta dos confortáveis novos analógicos do DualShock 4.

Claro, os gráficos espetaculares não estragam a experiência. A direção de arte de Shadow Fall pega uma pitada da tradicional paleta de cinza e vermelho da série e adiciona laranja, azul e roxo para criar um visual ao mesmo tempo sombrio e deslumbrante. A poderosa GPU do PS4 exibe seu potencial nos ambientes desolados, renderizando grandes e coloridos mapas banhados por luzes e sombras atmosféricas. Detalhes visuais chamativos são abundantes: a forma com a luz da lua ilumina brevemente uma gota de chuva ou como holofotes escaneiam a paisagem escura.

O modo multiplayer de Shadow Fall começa abrindo mão das convenções que definiram muitos jogos de tiro modernos. Todas as 22 armas do jogo estão acessíveis desde o início, então você fica livre para criar classes especializadas logo de cara – uma decisão que, segundo a Guerrilla Games, irá ajudar os iniciantes a encontrarem um arsenal eficaz rapidamente. E em vez de ficar repetindo partidas para ganhar XP, você melhora os seus equipamentos e aprimora as suas habilidades completando mais de 1500 desafios e testes de habilidade – desde acertar tiros na cabeça até destruir os escudos dos inimigos e muito, muito mais.

Por falar em armas, o arsenal de Shadow Fall é muito maior e mais sofisticado do que eu esperava. Os icônicos rifles de assalto M82 e stA-52 da série estão de volta, mas juntos com uma série de armas novas e exóticas, muitas das quais pareça futuristas e confortáveis. Uma arma nova e versátil é uma carabina de energia que atravessa inimigos a meia distância, mas pressione L1 e você estende o cano para ativar um letal modo de disparos carregados para tiros a longa distância. Até mesmo um rifle de assalto VSA M55 padrão pode se mostrar versátil assim que for atualizado com munição incendiária, um tiro secundário explosivo, mira telescópica e mais.

Shadow Fall traz uma importante inovação ao campo de batalha multiplayer na forma de Zonas de Guerra definidas pelos jogadores, variações personalizadas de jogo que você pode nomear e compartilhar online para que todos joguem. Você pode escolher entre uma série de configurações, definindo a seleção de mapas, armas e acessórios permitidos, benefícios específicos de cada facção, entre outros antes de testar a sua criação online.

Um dos objetivos da Guerrilla com Shadow Fall é manter o jogo evoluindo com sua base de jogadores, e as Zonas de Guerra definidas pelos usuários parecem o lugar ideal para começar. Futuros pacotes de expansão que adicionarão novo modificadores para as Zonas de Guerra estão sendo projetados para manter o fãs de Killzone experimentando novas combinações por meses e anos.

Shadow Fall será lançado com 10 mapas multiplayer e a Guerrilla já confirmou que os mapas adicionais disponibilizados após o lançamento serão gratuítos. O jogo final ainda promete trazer inúmeras outras opções, como suporte a clãs, bate papo por voz, bots para partidas multiplayer online e offline e uma interface renovada no site Killzone.com.

Killzone: Shadow Fall chega junto com o lançamento do PS4 no dia 29 de novembro.