A Dengeki PlayStation desta semana tem uma entrevista com o diretor de Valkyria: Azure Revolution, Takeshi Ozawa, e o seu produtor, Youichi Shimosato.

Segundo Ozawa, o jogo incluirá o sistema de morte permanente, ou seja, se seu personagem morrer no campo de batalha, ele será perdido para sempre. E o jogador será motivado para que isso não aconteça, pois haverá histórias e eventos para todos os personagens, independente de sua importância.

Mas caso o personagem morra, a história principal continuará sem problemas, somente os eventos relacionados a ele não acontecerão. Porém, para ajudar os jogadores, parece que haverá um sistema de tentar novamente, para que possa tentar a batalha mais uma vez e não deixe o personagem morrer.

Em relação à dificuldade, o jogo será um pouco difícil, mas existirá um easy mode para quem quer aproveitar a história.

Por fim, quanto a demo que estará em Valkyria Chronicles Remaster, a equipe busca obter feedback dos jogadores com ela. Ozawa deixa claro que não é uma beta, mas sim com o objetivo de conquistar os jogadores. Em relação ao seu conteúdo, ela oferece uma amostra do sistema LeGION, assim como alguns elementos de aumento de nível.

Valkyria: Azure Revolution será lançado no final de 2016 para o PS4 no Japão. Um lançamento no Ocidente ainda não foi confirmado.