O site Gematsu conversou recentemente com o produtor do vindouro Trials of Mana, Shinichi Tatsuke, e o produtor da série Mana, Masaru Oyamada (produtor da Collection of Mana, o remake de Secret of Mana lançado em 2018 e outros lançamentos recentes da série), sobre o jogo.

Entre os vários assuntos discutidos, Tatsuke e Oyamada falaram sobre as várias alterações feitas no remake, incluindo a remoção do multiplayer cooperativo do jogo, tempo de duração da campanha e mais. Você pode ler a entrevista completa clicando aqui. Abaixo seguem alguns dos pontos mais importantes.

  • Quando questionado sobre as alterações feitas no jogo e as dificuldades de balancear a recriação do jogo original, Shinichi Tatsuke disse que vários ajustes foram feitos”, dando mais detalhes sobre os personagens selecionáveis e expandindo o prólogo do jogo para dar maiores detalhes sobre os personagens secundários;
  • Tatsuke disse que a maior parte das adaptações foram em relação aos elementos de ação que “precisaram ser ajustados para se adequar a um jogo 3D moderno. Assim, nós incorporamos novos elementos de ação como evasão, ataques aéreos e combos para combinar com os gráficos melhorados e gameplay”.
  • Ainda assim, elementos básicos do jogo como a história e personagens não sofreram mudanças, com o foco sendo direcionado a refinar os visuais para se adequar a tempos modernos.
  • Tatsuke mencionou ainda que houve um grande desafio no lançamento mundial simultâneo, mas que eles queriam que todas as regiões fossem capazes de ter a experiência ao mesmo tempo.
  • Em relação a decisão de remover o multiplayer co-op no remake, Tatsuke explicou que se deu muito em razão da mudança de perspectiva do jogo, uma vez que o multiplayer offline funcionava no jogo original em razão da perspectiva vista de cima, enquanto a mudança para uma perspectiva em terceira pessoa ajudou a aumentar a imersão, levando a decisão de retirar essa opção.
  • Tatsuke disse ainda que eles consideraram incluir um modo multiplayer online, mas precisariam criar elementos adicionais especificamente para isso e, ao invés de dividir a equipe para trabalhar em uma experiência que fosse divertida tanto online quanto offline, eles optaram por se focar em criar um jogo single-player melhor.
  • Quanto a possibilidade do multiplayer vir posteriormente, Tatsuke disse que “Nós não estamos planejando adicionar o multiplayer através de atualização futura”.
  • Falando sobre o fato dos jogos da série Mana compartilharem um universo, Oyamada disse que “certos títulos são parte de um universo compartilhado, mas os mundos são diferentes na série. Eles tem aspectos centrais comuns do universo Mana, como a Mana Tree, Mana Sword e elementais. Eu espero que os jogadores descubram os pontos que os jogos tem em comum e deixem sua imaginação viajar.”
  • Tatsuke revelou ainda que a história de cada um dos protagonistas deverá levar entre 25 e 30 horas para ser completada. Oyamada ressaltou que o sistema de história do jogo é único e depende de quais três entre os seis protagonistas principais o jogador escolher, permitindo ao jogador conhecer novas facetas da história ao escolher personagens distintos.
  • Além disso, Tatsuke ressaltou que cada personagem possuem variações de classe Light e Dark que pode ser escolhidas duas vezes, mudando as suas características, o que influencia o sistema de habilidades do jogo, havendo maior distinção entre as classes. Por fim, com a adição da class 4, que não existia no jogo original, o jogo agora possui um novo endgame para os jogaores.
  • Tatsuke confirmou ainda que não existem planos para lançar qualquer tipo de DLC, seja ele de história ou não.
  • Quando questionado sobre a possibilidade de lançar a Collection of Mana, lançada exclusivamente Nintendo Switch e contando com os três primeiros jogos da franquia (Seiken Densetsu 1-3, conhecidos no ocidente como Final Fantasy Adventure, Secret of Mana e Trials of Mana), Oyamada disse ser improvável pois o lançamento só foi possível com o auxílio da Nintendo. Ele acrescentou ainda que um lançamento para consoles e PC de Adventures of Mana (remake de Seiken Densetsu 1, anteriormente conhecido como Final Fantasy Adventure no ocidente, que foi lançado para Android, iOS e PS Vita em 2016) é possível se houver demanda e o momento for correto.
  • Questionados sobre qual o trio preferido deles em Trials of Mana, Oyamada disse que o dele é Duran, Angela e Kevin, enquanto Tatsuke escolheu Charlotte, Kevin e Angela.
  • Falando sobre o futuro da série após o remake de Trials of Mana, Oyamada disse que estão considerando o que poderão fazer. Mas, primeiro, eles gostariam de ouvir o que todos pensam após jogarem Trials of Mana e o que eles gostariam de ver daqui pra frente na série Mana.
  • Por fim, cada um dos produtores deixou uma mensagem final sobre o lançamento:
    • Oyamada: “o jogo original foi lançado no Japão pela primeira vez há 25 anos, mas nós fizemos esse remake pensando em como nós poderíamos torná-lo agradável como um lançamento novo e moderno para todas as pessoas ao redor do mundo para quem nós não fomos capazes de oferecer o original [Seiken Densetsu 3 não havia chegado ao Ocidente até o lançamento da Collection of Mana]. Eu espero que todos que estavam torcendo e esperando pelo título naquela época, assim como aqueles que só o descobriram agora, possam aproveitar o mundo de Mana.”
    • Tatsuke: “O jogo original não foi lançado fora do Japão, mas nós desenvolvemos esse remake com a intenção de criar algo que não seria estranho ou fora de lugar para jogadores modernos. Nós demos o nosso melhor e estou confiante no que nós entregaremos. Eu espero que vocês gostem de jogar.”

Trials of Mana será lançado para PlayStation 4, Switch e PC via Steam no dia 24 de abril. Uma demo já está disponível e os seus dados poderão ser transferidos para o jogo final.