Confira os detalhes abaixo:

  • A decisão de transformar Versus XIII em XV foi feita há alguns anos;
  • Não há muitos elementos do estilo "turnos" no game, mas há o sistema de Command também. O game não será "apenas ação" – há o "gosto" de Final Fantasy;
  • Noctis pode lutar sozinho, mas ele terá ajuda de outros personagens/jogadores. A jogada em equipe será conectada à história do jogo (não se sabe se isso se refere a um possível multiplayer ou se são apenas controlados pela CPU, mas Nomura mencionou no passado a possibilidade de multiplayer);
  • Noctis não pode desafiar a gravidade como parece acontecer no trailer – ele pode é se teletransportar no ar. A ideia é criar um balanço entre realismo e fantasia;
  • Final Fantasy XV está sendo criado para os consoles da próxima geração, mas segundo a equipe, ele está sendo feito em uma máquina que tem poder ainda maior que os dois consoles. Portanto, Nomura diz que a Square Enix pode lançar em qualquer plataforma que rode DirectX 11. Isso pode ser uma dica de que uma versão para PC existirá;

Os detalhes abaixo vieram da última edição da Dengeki PlayStation:

  • O personagem "Cor" e o motorista do trailer de 2011 são personagens diferentes do original, inclusive os dubladores são outros;
  • Teletransporte é uma habilidade exclusiva de Noct. Há exemplos no trailer, mas é para a sua versão "curta". Nomura diz que há uma versão longa também;
  • Há muitos personagens masculinos, mas espere por femininos também, além de Stella e a garota de cabelo preto;
  • Cor participará da equipe depois, no início será apenas Noct e os outros três;
  • A equipe busca usar coisas do PS4 como a função de compartilhar;

Por fim, a Square Enix divulgou a sinopse e o perfil dos personagens em inglês. Traduzimos logo abaixo:

Sinopse

O único cristal que sobrou no mundo está no Reino de Lucis. Ao atingir a paz com o estado guarnição de Niflheim, Lucis está contente em finalmente finalizar a guerra fria. Suas celebrações, no entanto, são prematuras. Sob o pretexto de amizade, Niflheim dissipa o anti-armamento runewall e começa uma invasão em larga escala no reino. A paz que o príncipe Noctis e sua comitiva são consumidos pelas chamas da guerra enquanto lutam para criar uma resistência.

Descrição dos Personagens

Nós noticiamos as descrições japonesas em uma outra notícia.

Noctis Lucis Caelum: uma aflição quando criança dotou Noctis, que é o herdeiro do trono de Lucis. Noctis possui o poder místico de ver a luz celestial, sendo que através dela ele pode sentir a morte das outras pessoas. Noctis rejeita as convenções reais rígidas e age como um renegado. Apesar de "Noct" agir de forma impertinente algumas vezes, ele faz isso em defesa aos que são leais a ele.

Gladiolus Amicitia: lord da nobre "House Amicitia", Gladiolus continua seu juramento de proteger a coroa. "Gladio" compartilha sua amizade com Noctis que transcende nascimento e título, e sua lealdade não nasce do dever, mas da irmandade.

Ignis Scientia: sempre com a voz da razão, Ignis teve uma educação clássica e lógica desde sua infância então ele poderia ser o conselheiro do futuro rei, Noctis. Ele aplica o entendimento profundo e mútuo, além da confiança que cresceu ao longo do tempo para ajudar a atitude rebelde de Noctis com os outros.

Prompto Argentum: É um playboy endiabrado que é amigo de Noctis desde os dias de escola. Ele veste um símbolo em seu oumbro como um estrangeiro ao círculo real, mas permanece ansioso para fazer tudo o que pode pela causa.

Cor Leonis: uma lenda viva da ciência Lucian, a devoção do comandante e lorde Cor Leonis para a arte da guerra só é maior ao seu rei. Ele toma conta do grupo de Noctis por honra.