NotíciasPlayStation 4

Novos detalhes da série de The Witcher da Netflix

A escritora da série de The Witcher da Netflix, Lauren S. Hissrich, concedeu uma entrevista à Entertainment Weekly e revelou mais detalhes sobre a história, elenco e produção.

  • A série mostrará vários momentos impactantes da vida de Yennefer. Mais até do que nos livros.
    Lauren disse que já tinha lido o livro “O Último Desejo” e goustou bastante, antes mesmo de ser contactada pela Netflix. De forma profissional, esse é o primeiro trabalho de fantasia da escritora;
  • A série é baseada no material dos livros e não dos jogos;
  • Não há muito que possa ser revelado da história no momento, mas Lauren adianta como seria o foco da primeira temporada. A maior esforço seria na inserção do universo criado por Andrzej Sapkowski, assim como todas as questões políticas existente. Não existirá uma imagem definida de um vilão, mas sim as escolhas e decisões moralmente ambiguas de vários personagens. A escritora imagina que as pessoas vão acabar simpatizando com personagens que elas não esperavam;
  • A escolha de Henry Cavill para o papel de Geralt aconteceu depois de 207 audições. Henry já tinha mostrado interesse no projeto anteriormente, antes mesmo de entrar em produção.Lauren enfatiza que ele incorpora Geralt de uma maneira que ninguém mais conseguiria. Ele uma boa carga emocional ao personagem, mesmo com pequenos trejeitos e sem necessidade de muito diálogo. Vários diálogos nem foram gravados graças a capacidade de Henry em se expressar sem usar palavras;
  • Boa parte do visual do personagem e de outros que já foram mostrados, serão melhorados no processo de pós produção, como os “olhos de gato” que o personagem possui;
  • Já era esperado alguma controvérsia quanto a escalação de Freya Allan para o papel de Ciri, principalmente quanto ao visual. Lauren diz que é impossível agradar a todos, mas que a atriz consegue dar grande profundidade a personagem e há uma boa química com Henry Cavill quando estão filmando;
  • Assim como nos livros e até nos filmes, a série vai conter conteúdo explícito e está longe de uma classificação etária para jovens (PG-13). Entretanto, toda a violência e cenas de nudez tem um propósito para a história e não são apenas gratuitas;
  • Por último, Lauren acredita que a forma única de trabalhar com a fantasia é o que vai diferenciar a série das demais, principalmente quanto aos monstros e ao aspecto aterrorizante. Enfatiza que os fãs se surpreenderão em como a narrativa irá trabalhar e como os monstros irão fazer parte dela.

Abaixo você confere uma entrevista (também da Entertainment Weekly) com o elenco (legendado em português).

The Witcher teve um painel na San Diego Comic-Con 2019 nesta sexta, 19 de julho, porém o que foi discutido é basicamente conteúdo que já sabemos de outras notícias e que foi relatado acima.

No entanto, os presentes puderam conferir algumas cenas da série, como Geralt enfrentando oponentes com sua espada e outra com Yennefer segurando um bebê morto e refletindo sobre as dificuldades da vida. Uma terceira cena mostrou Ciri em uma floresta com guerreiras selvagens (provavelmente Brokilon e as dríades).

Por fim, um trailer foi exibido, mas a Netflix ainda precisa lançá-lo online. Assim que isso ocorrer, faremos a notícia.

Atualização: assista ao trailer logo abaixo.