Na última terça-feira (04), novas informações de Fallout 76 foram reveladas pela Game Informer.  De acordo com o artigo publicado pelo site, haverão vendedores que não são necessariamente NPCs, por exemplo.

Abaixo você tem acesso à lista resumida de parte do conteúdo que estará presente no título:

  • A quest principal é mais longa que qualquer outro título da série. É preciso atravessar o mapa inteiro para, não somente alcançar um nível mais alto, mas também chegar à missão relacionada ao lançamento de uma bomba nuclear. Após, você poderá procurar por códigos que te dão acesso a outros objetivos do mesmo gênero;
  • Como em Skyrim, as missões podem pipocar na tela ao se aproximar de um ponto de interesse. Se você chegar perto de uma mina, por exemplo, o jogo vai te dizer para explorá-la, fazendo com que outros objetivos relacionados ao lugar apareçam;
  • O mapa é dividido em seis regiões, que são separadas por zonas de level. A Cranberry Bogs é a mais difícil do jogo. Porém, existem também os campos radioativos criados pelo próprio jogador, aumentando ainda mais as possibilidades. Além disso, ao entrar em um desses locais, o título favorece a área, não o usuário. Se você for nível 40, irá encontrar oponentes entre o 40 e 60;
  • Não há diálogos no jogo. Os robôs NPC continuam falando, permitindo que você faça permuta com alguns deles. Porém, o fato de seu personagem não possuir voz, impede uma conversa “real”;
  • Há missões secundárias e eventos mundiais onde o modo PvP é desligado. Todo mundo pode participar, além disso, é possível fazer uma viagem rápida ao destino. Como exemplo de missão temos a de escoltar robôs até determinado local. Caso você consiga mantê-los vivos, ganhará recompensas. A propósito, os prêmios dos eventos mundiais são os melhores;
  • Haverão centenas de cartas perk no lançamento do jogo. De acordo com a Bethesda, modelos temático irão se juntar à coleção no futuro. Cada pack será dado ao jogador a cada cinco níveis e não poderão ser comprados com dinheiro real;
  • De acordo com a Bethesda, serão permitidas 24 pessoas por jogo, sendo que apenas quatro poderão participar do seu time. Outro ponto interessante é a possibilidade de usar viagem rápida para chegar à equipe. No futuro, a empresa planeja expandir o número de usuários conectados por unidade;
  • Como dito no início da matéria, nem todos os NPCs serão, de fato, personagens genéricos. Alguns terão características únicas, dando mais vida ao ambiente do jogo;
  • Uma nova mecânica permite que você construa máquinas que colham recursos perto de seu campo. Caso você esteja jogando em grupo, será possível conectar esses locais, tornando a colheita mais produtiva. Porém, se um dos jogadores sair, tudo que está relacionado a ele some. Há também a possibilidade de fazer plantações públicas, que rendem ainda mais itens. No entanto, as mesmas correm o risco de serem atacadas por monstros;
  • Você estará encrencado se colher recursos de menor valor da plantação alheia;
  • O mapa é quatro vezes mais que Fallout 4, tornando menos denso e mais focada a distância entre os pontos de interesse. Segundo Jeff Gardiner, responsável pelo título, este é o jogo com a maior quantidade de conteúdo já visto entre os “filhos” da Bethesda;
  • Agora é possível usar quadros de armadura de poder do seu inventário, caso o núcleo de fusão fique sem  bateria;
  • Além de sede e fome, será preciso prestar atenção no ar radioativo e tóxico.

Empolgado com as novas informações de Fallout 76? Conta pra gente quais são suas expectativas para o novo título da Bethesda.

Leita também: