NotíciasPlayStation 4

Norman Reedus fala sobre Death Stranding em entrevista; acredita que chegará no início de 2019

O ator Norman Reedus, que interpreta o protagonista Sam em Death Stranding, foi entrevistado por Dan Fogler em seu podcast.

Durante a entrevista, Norman disse que antes de ser convidado a participar de Silent Hills, foi Guillermo del Toro que o convenceu a fazer parte do projeto de Hideo Kojima. Ele também comenta que quando conheceu Kojima, os dois foram ao Video Game Awards e, ao presenciar o público de “mais de 10.000 homens adultos” chorando como se Elvis tivesse acabado de aparecer, Norman se perguntou “quem diabos é esse cara?”, pois parecia ser um gênio. E ele reafirma que, após conversar com Kojima, “ah, você é um gênio”. Norman também ressalta que Kojima seria um ótimo diretor no cinema.

Em outro comentário, Norman menciona que a explicação de Kojima para as coisas, o jeito que a sua mente funciona, é “coisa de gênio sem dúvida”. Com essa ponta, Norman foi perguntado sobre Death Stranding.

Norman diz que não é o tipo de jogo em que você mata todas as pessoas na sala. É o tipo que une as pessoas, você “constrói pontes entre elas” e as pessoas fazem o mesmo. Norman comenta que Sam possui fobia em ser tocado e conforme você joga, essa fobia o deixa. É complicado, segundo ele, mas quando entender, tudo faz sentido. Norman também fala que os visuais são incríveis e a história é “simplesmente fora de série”, sendo que não é simples, mas a filosofia por trás dela qualquer pessoa pode compreender.

Por fim, Norman acredita que Death Stranding será lançado no início de 2019. Ele diz que tem três sessões de captura de movimentos agendadas em New York na próxima semana.

Considerando esse comentário da captura, é difícil imaginar que realmente saia no começo do ano. Além de implementar no jogo essas capturas que seriam feitas agora, há ainda outras etapas no desenvolvimento que Norman parece ignorar, como testes e controle de qualidade, por exemplo.