Antes de ser um exclusivo do PlayStation 3 em 2010, Heavy Rain foi recusado pela Microsoft devido ao tema de “sequestro de criança”. A informação veio do próprio fundador da Quantic Dream, David Cage, em uma palestra na BAFTA em Londres.

A Microsoft ia trabalhar com o estúdio após o lançamento de Fahrenheit (2005). Porém, apesar do interesse na Quantic Dream, a Microsoft se assustou com o tema de um jogo que envolve sequestro de criança como tema central. “Eles não queriam um escândalo”, disse Cage.

Cage diz que a Microsoft é uma ótima companhia e não a critica ou reclama de sua atitude. Quanto a essa experiência, Cage apenas concluiu que não daria certo trabalhar com ela.

Como todos nós sabemos, a Quantic Dream mais tarde começou a trabalhar com a Sony. E, de acordo com Cage, ela foi mais receptiva ao tema controverso e entendia a proposta do estúdio.