Keiji Inafune comentou que Soul Sacrifice Delta, título anunciado há pouco tempo para o Vita, não é uma verdadeira sequência, mas ao mesmo tempo não é um “1.5”. Inafune brinca que é provavelmente algo como 1.7 ou 1.8.

Segundo ele, esse tipo de jogo portátil de ação requer muitos ajustes. Então lançar um ou dois títulos não será o suficiente. É preciso lançar vários para ajustar e tornar a série completa. Portanto, se os usuários continuarem a fornecer suporte e a Sony também, Inafune adorará continuar fazendo sequências.

Paralelo a isso, de acordo com o site PlayStation LifeStyle, as vendas do primeiro jogo foram boas, tanto que Soul Sacrifice Delta foi anunciado (no Japão apenas, por enquanto).

Inafune diz que se você comparar os números de outros jogos de outras plataformas, talvez não sejam altos, mas como um título de Vita ele vendeu muito bem e é um dos mais vendidos para o sistema. Inafune também confirma que esforços foram feitos para conquistar mercados internacionais, não apenas o asiático, algo que a Sony pareceu gostar.