NotíciasPlayStation 4

Josef Fares, de A Way Out, diz que God of War e Red Dead Redemption 2 foram jogos longos e repetitivos

O criador de A Way Out, Josef Fares, disse que acha que God of War e Red Dead Redemption 2 são um pouco longos e repetitivos, e que ele prefere experiências mais curtas como Spider-Man.

Na Gamelab Barcelona na semana passada, o site Games Beat perguntou a Fares o que ele achava dos melhores jogos de 2018 e o fato de que God of War levou mais prêmios do que Red Dead Redemption 2. Ele respondeu dizendo que Spider-Man era o seu GOTY pessoal e que ele acha que os críticos preferiram God of War sobre Red Dead Redemption 2 porque a Sony Santa Monica “fez algo incrível”.

Ele adicionou:

“Quando a Rockstar fez o Red Dead 2, é um ótimo jogo de várias maneiras. Um pouco longo demais se você me perguntar, um pouco repetitivo no design das missões. Você sai e atira em alguma coisa e volta. Acho que essa é uma das razões pelas quais God of War ganhou.

Quanto aos jogos que eu admiro, novamente, sou muito alérgico à repetitividade na mecânica do jogo. Eu senti que tanto God of War quanto Red Dead eram um pouco longos demais. Eu precisava de uma experiência mais curta. Eu acho que é por isso que eu investi um pouco mais em Spider-Man. Especialmente com Red Dead, isso me travou depois de um tempo. Foi tão longo! Quem tem tempo para isso? Eu nem tenho filhos. Eu imagino para você – você poderia jogá-lo? Quem acaba esses jogos hoje?”

Apesar de sua preferência pessoal, Fares acha que God of War mereceu ganhar porque o diretor Cory Barlog assumiu alguns riscos “muito legais”.

“Eu dou crédito, é claro, a Cory e à sua equipe, mas também à Sony por ter uma IP muito conhecida e totalmente diferente”, continuou ele. “Isso é pretensioso e arriscado para um título AAA”.