NotíciasPlayStation

Hideo Kojima revela que é grato pelo período que passou dentro da Konami

Durante uma entrevista com o site Famitsu, Hideo Kojima revelou alguns detalhes sobre as dificuldades que encarou durante sua jornada para criar a Kojima Productions após a sua controversa saída da Konami:

“Faz três anos e nove meses que eu comecei sozinho e, naquela época, eu tinha 53 anos. Essa é uma época em que você se aposentaria, certo? Os membros da minha família também foram contra a ideia de montar um novo estúdio. Eu era um homem de meia idade, com 53 anos, não tinha dinheiro ou muito mais que isso, e era só eu dizendo que ia fazer esse jogo de mundo aberto.”

Há uma breve menção sobre a experiência que o diretor teve em conseguir empréstimos de bancos:

 “Mesmo quando fui ao banco, não podia pedir dinheiro emprestado. Eles disseram: ‘sabemos que você é renomado, mas você não tem nenhum resultado real’. Esse é o tipo de país que o Japão é. Mas então, havia um banqueiro no maior banco do Japão que era um grande fã meu, e eu recebi o financiamento.”

Kojima também menciona que o motivo pelo qual estabeleceu seu estúdio, em um prédio agradável e mais caro, foi para dar as famílias dos funcionários que ele estava contratando mais confiança sobre o rumo da desenvolvedora. Dessa forma, ele oferecia o ar de que a empresa seria bem sucedida, dando menos preocupação às esposas e maridos de seus empregados.

Por fim, o diretor reconhece todo o período vivenciado dentro da Konami:

“A razão pela qual sou quem sou agora é por causa dos trinta anos que tive na Konami. Sou grato à Konami e não posso negar essa conexão.”