Aliens: Colonial Marines foi um título polêmico, principalmente pelo fato de que algo foi prometido pelos trailers e, quando o jogo saiu, o resultado foi completamente outro (e péssimo). O CEO da Gearbox, Randy Pitchford, disse ao site IGN que não se arrepende de ter trabalhado no título.

“Eu perdi entre US$ 10 milhões e US$ 15 milhões que investi no jogo. Ainda não me arrependo”, disse em entrevista com o site IGN. “Não trocaria a experiência por nada”. Apesar da recepção, Pitchford diz que tanto ele quanto a Gearbox ficaram felizes em trabalhar com um jogo da franquia Aliens e fez um paralelo com uma banda musical: “algumas das minhas bandas favoritas que fizeram algumas das melhores músicas do mundo na minha opinião tiveram outras canções no lado B que não me interessaram. Isso acontece”.

Quanto ao rumor de que o dinheiro de Aliens: Colonial Marines ter sido usado em Borderlands, Pitchford diz que “primeiro isso é absurdo, e segundo a verdade é o contrário, o que é bem mais embaraçoso”. “Pegamos uma grande parte do dinheiro que arrecadamos com o primeiro ‘Borderlands’, investimos em ‘Aliens’ tentando fazer o melhor que podíamos, e mesmo assim desapontamos muitas pessoas”.

“Algumas pessoas foram infectadas por aqueles vídeos”, comenta Pitchford sobre o trailer e o resultado final. “As pessoas não tem problemas com a gente alterando completamente a direção de arte em ‘Borderlands’, mas isso? Isso prova que não é sobre as mudanças e sim como você se sente sobre o resultado. Então você pensa porque o resultado foi este, então você procura motivos pela mudança nas pequenas coisas”.