O texto abaixo foi publicado no PlayStation.Blog brasileiro.


Guitar Hero Live chega ao PS4 em apenas duas semanas! Aficcionados por jogos de ritmo, incluindo eu, têm boas memórias sobre suas repetidas tentativas (e, tomara, eventuais vitorias) de vencer as músicas mais difíceis da série: Jordan em Rock Band 2, Through the Fire and Flames em Guitar Hero 3 e assim por diante.

Guitar Hero Live

Naturalmente, quando me deram a oportunidade de conversar com algumas pessoas da Activision, minha primeira pergunta foi “Qual é a música mais difícil em Guitar Hero Live?”.

Com a ajuda deles, nós recebemos algumas respostas diferentes para essas perguntas, de acordo com a opinião da equipe do GH Live na Freestyle Games. Seguindo!

Megadeth – Hangar 18

Aaron Grimes, Midi Designer

“Essa música é difícil por conta do ritmo dos solos. Marty Friedman é um músico preciso e ele se move muito ao longo do braço da guitarra, então isso está representado ali. A forma de passar por isso é ficar de olho nas notas tocadas antes dos HOPOS (Hammer-ons e Pul-offs e então deixar a sua mão das notas fazer o resto!”

Guitar Hero LiveGuitar Hero Live

Alter Bridge – Cry of Achilles

Nathan Coppard, Senior Game Designer

“A faixa começa com uma leve introdução acústica que é intrincada e enganosa, quaisquer erros aqui realmente vão se destacar. Se você ainda não tiver desistido, os riffs principais dos versos requerem um timing consistente e acertado. Siga com as mudanças de tempo para chegar ao solo onde você tem uma chance de se mostrar. E então, tudo o que resta é o teste de resistência que é a conclusão. Tudo o que você tocou antes não importa nada se você não se segurar e acertar o final. Enquanto tudo isso está acontecendo, você pode não ter tido a chance de perceber a épica história se desenrolando no vídeo animado da música. Se você for realmente bom o bastante, você será capaz de relaxar e curtir o visual enquanto você esmerilha em seu caminho para a vitória.”

Lamb of God – Ghost Walking

Mike McLafferty, Audio Designer

Por que é tão difícil (musicalmente)?

Esse é um clássico riff do Lamb of God; aquela sensação meio blues com curvas técnicas jogadas em você a todo o tempo, finalizando com ritmos cruzados pra te pegar com a guarda baixa. E, é claro, um solo selvagem derrete a sua cara no ápice da faixa. É uma bem difícil de enfrentar, mas acertar o riff é muito recompensador quando você consegue pegar o padrão.

Guitar Hero LiveGuitar Hero Live

Por que é tão difícil (em termos de gameplay)?

O riff da introdução no acústico joga algumas puladas de cordas bem rápidas ali (preto para branco) misturadas com muitos dedilhados abertos, então você tem que ficar bem ágil na mudança de cordas. A outra coisa para acertar sãos os ritmos fora do padrão que usam dedilhado aberto como uma nota de pedal. Por fim, o solo; é simplesmente todo emaranhado.

Algumas dicas para passar?

O bacana do GHTV é que você pode meio que ouvir o riff um pouquinho e sacar o padrão, já que ele não te joga para fora. Isso é ótimo para construir padrões tocando pedaços dos riffs. Foi assim que eu venci o riff da introdução de Ghost Walking, passo a passo e adicionando as notas vagarosamente. Você também poderia baixar a dificuldade, mas pra mim isso soa errado! Certifique-se usar ao máximo os hammer-ons e pull-offs (as joias brilhantes) para que o seu braço de dedilhado não fique cansado; e também, nada parece mais legal do que fazer umas poses enquanto você arrasa com uma mão só (o quê? É muito lega, sim!). Por fim, o solo. Esse pode levar algum tempo para dominar; eu ainda não cheguei lá. Conhecer a faixa é metade da batalha, então escute algumas vezes para saber quando ela sobe ou desce o tom. Mais uma vez, use os HOPOs a seu favor, porque você provavelmente não conseguirá ir até o final se você quiser usar o dedilhado em tudo!