NotíciasPlayStation 3

Ex-executivo da Sony revela que atraso do PlayStation 3 foi por conta de um componente de 5 centavos

O lançamento do PS3 em 2006 sempre pareceu um tanto quanto estranho quando você considera que o Xbox 360 chegou quase um ano inteiro antes (no início de novembro de 2005). Hoje, foi revelado que esse atraso não era intencional.

Aparentemente, a produção do PS3 foi reduzida devido a um problema de fabricação com o diodo laser na unidade blu-ray, um componente que custa apenas 5 centavos de dólar. O atraso na produção deu à Microsoft a vantagem no início.

Esta notícia vem do site IGN após uma entrevista com o ex-executivo da PlayStation, Phil Harrison, que agora atua como vice-presidente do Google. A publicação discutiu o cronograma de lançamento do PS3 e, quando o tópico do atraso de um ano foi abordado, Harrison disse o seguinte:

“A coisa que realmente diminuiu a produção no hardware pode ser resumida a um pequeno componente. Era o diodo laser na unidade de blu-ray. Era um componente de US$ 0,05.

Nesse caso em particular, a mudança do laser vermelho para o laser azul foi, na verdade, uma mudança bastante sofisticada na maneira como a cabeça óptica de uma unidade funcionava, e eram um pouco de física e um pouco de química misturados, porque é realmente um cristal que você está fazendo. E eles simplesmente não conseguiam produzir o suficiente”.

Por causa disso, Harrison se referiu ao lançamento do PS3 como “mais tarde do que imaginávamos”. Embora houvesse outros problemas com o sistema no lançamento – principalmente o preço de 599 dólares – o sistema poderia ter um início melhor se lançado anteriormente, mais próximo do Xbox 360.