O uso de uma “segunda tela”, ou seja, o uso de smartphones ou tablets com um aplicativo específico do jogo, está se tornando popular a cada dia e a EA deseja explorar isso.

Conversando com o site Polygon, Patrick Soderlund disse que os consumidores estão cada vez mais ligados às redes sociais e interações são mais esperadas nos seus cotidianos com os jogos. É por isso que a EA deseja usar características sociais e de segunda tela em todos os seus jogos.

Ele diz que as pessoas mudaram muito com o uso de smartphones, por exemplo. Patrick dá o exemplo de que ele próprio não deixa de ver seu smartphone pelo menos umas cinco vezes enquanto assite à TV.

Isso sem mencionar a revolução social causada pelo Facebook, Twitter e outras redes sociais.

Por isso, de agora em diante, logo no início da produção de um jogo tudo isso deve ser levado em conta. Ele dá o exemplo de Star Wars: Battlefront, que está no começo de seu desenvolvimento.

Jogos que sairão ainda neste ano, como Battlefield 4 e Need for Speed: Rivals também farão uso da segunda tela.

A EA forçará as equipes ao menos a tentarem usar tais características, mas não será algo obrigatório. É para ser uma extensão dos jogos. Patrick cita Battlefield 4 – a segunda tela permitirá que você comande tropas e ver o que está acontecendo na batalha. Não é uma simples característica segundo ele, é tornar o jogo mais fácil de ser entendido.