De acordo com o site Engadget, a CD Projekt RED confirmou durante a Gamescom 2018 que Cyberpunk 2077 está jogável do início ao fim. Isso significa que é possível conferir a história inteira no jogo, mas ainda há inúmeras coisas a serem feitas. Por exemplo, é preciso corrigir inúmeros bugs, há diversos ambientes sem a configuração adequada e, é claro, realizar diversos testes. Considerando que o jogo está em desenvolvimento há pelo menos 6 anos, é uma grande conquista para a desenvolvedora.

Porém, a demo exibida na Gamescom 2018 de Cyberpunk 2077 é praticamente idêntica à da E3 2018. Mas há pequenas mudanças. Uma delas é uma nova arma: uma katana capaz de emitir um campo magnético que reflete balas. Outra coisa que a demo mostrou foi a tela de criação de personagem, podendo escolher o gênero, aparência e a origem dele. A demo na E3 exibiiu a personagem feminina, enquanto que a da Gamescom mostrou para a imprensa presente, pela primeira vez, o personagem masculino em gameplay. Ele acorda em seu apartamento após um assalto de sucesso e uma noite de festa. A pessoa em sua cama, que levanta ao seu lado, é um homem.

A cena final da demo mostra a Night City à noite, algo que a CD Projekt RED evitou até agora. O trailer mostra uma visão da cidade, com prédios, arranha-céu iluminado por diversas luzes de neon, bem à la Blade Runner.

Cyberpunk 2077 será lançado para PS4, Xbox One e PC. Nos últimos dias, a CD Projekt RED liberou algumas imagens e artes conceituais do título.