O processador do primeiro PlayStation está guiando a sonda espacial New Horizons para Plutão. Ou seja, a mesma CPU MIPS R3000 que roda jogos como Final Fantasy VII e Metal Gear Solid está sendo usada pela NASA desde 2006 para controlar a New Horizons, seja para usar seus propulsores, monitorar os sensores ou transmitir dados.

Isso não é algo incomum na NASA, que prefere usar tecnologia muito bem testada ao invés de ponta. Tanto que, por exemplo, a Orion que será usada para levar humanos a Marte, está sendo controlada por um processador IBM de 2002. Os engenheiros da NASA não precisam de poder, precisam de confiabilidade.

New Horizons foi lançada em janeiro de 2006 e já está portanto há nove anos no espaço. Agora ela finalmente chegou em Plutão – o que tomou os noticiários. Após estudá-lo, a sonda continuará até o cinturão de Kuiper.