A China retirará o banimento na produção e venda de videogames no país, permitindo que companhias como a Sony, Microsoft e Nintendo possam investir em um dos maiores mercados consumidores do mundo.

As novas regras permitem que as companhias atuem em qualquer região do país. Anteriormente, só era permitido na Zona de Livre Comércio de Xangai.

Com essa notícia, a Sony anunciou que fará uma conferência no dia 29 de julho, em Xangai, antes do evento ChinaJoy. Andrew House, CEO da SCEA, e Shuhei Yoshida, presidente da Sony Worldwide Studios, estarão presentes no evento.